AMBIENTE – Recolhidas 1100 toneladas de lixo em espaços públicos em Braga

AMBIENTE –
Recolhidas 1100 toneladas de lixo em espaços públicos em Braga

A Câmara de Braga recolheu cerca de 1100 toneladas de lixo em 34 locais identificados como ‘lixeiras’ identificados pela autarquia e juntas de freguesia, uma recolha intensificada na Semana do Clima.

Como explicou Altino Bessa, vereador do Ambiente, este é um processo, que “ainda vai a meio”.

PUBLICIDADE

“Dos 34 locais identificados já foram retiradas cerca de 12 lixeiras, o que equivale aproximadamente a 100 camiões cheios encaminhados para a Braval. Vamos realizar o restante trabalho de limpeza até final do ano e, se tivermos em conta o que temos encontrado, iremos seguramente ultrapassar as 3000 mil toneladas de lixo recolhido, o que é um número bastante elevado e demonstra a necessidade de mais acções de fiscalização e sensibilização”, refere o vereador do Ambiente.

Bessa lembra que existem sistemas de recolha e acolhimento do lixo disponibilizados pela Agere e pela Braval e que há “multas pesadas” para quem prevaricar, deixando um apelo à população para que denuncie os casos de descargas de lixo ilegais.

“Queremos que cada cidadão seja também um fiscal e denuncie os prevaricadores, sendo que a forma mais fácil de o fazer é identificando a matrícula das viaturas que estão a fazer deposição de lixos, se possível com fotografia”, apela.

A autarquia apela irá também às autoridades competentes, especialmente ao Sepna da GNR  – já que grande parte das ‘lixeiras’ se situa em áreas rurais, e às juntas de freguesia para que intensifiquem a vigilância nestas situações.

“O objectivo é erradicar as lixeiras em Braga e para tal é necessário sermos menos permissivos”, sublinha.