BRAGA -
Ricardo Rio apela a uma Europa “onde a força de todos é a força do seu conjunto”

Para fazer face à crise actual, Ricardo Rio pretende uma Europa “aberta, dinâmica e arrojada, capaz de construir novos objectivos e novos projectos dentro do seu próprio espaço da União, mas também da sua afirmação no mundo”.

No dia em que se assinala o Dia da Europa, o presidente da Câmara Municipal de Braga deu o seu testemunho que foi solicitado e partilhado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal.

Na sua declaração, Ricardo Rio analisa o contexto europeu no pós-covid e acredita que com o eclodir desta pandemia, “nenhum dos objectivos da Europa ficará esquecido e, antes pelo contrário, o projecto europeu sairá ainda mais valorizado”.

PUBLICIDADE

“Será importante voltar a catalisar a ligação entre aqueles que compõem este espaço comum. Estes milhões e milhões de cidadãos que têm ideais partilhados, que têm objectivos definidos em conjunto e que têm consciência que é na articulação entre todos que o nosso futuro pode ser mais auspicioso”, sustenta.

Para o autarca bracarense, o futuro europeu após a pandemia “terá forçosamente que ser assente na inovação, na aposta na prosperidade económica, no estreitar de laços entre os vários Estados-membros, numa responsabilidade solidária entre eles próprios e para com terceiros”. E acrescenta que “é importante a Europa volte a assumir essa mesma dimensão global”.

DAR MAIS PESO ÀS CIDADES

É nessa dimensão “globalizada e agregadora” em torno de objectivos comuns que, segundo Rio, reside a “maior robustez do projecto europeu”.

“Uma dimensão que parte da força da diferença entre cada um dos seus espaços, dos seus agentes, mas que, obviamente, construa pilares de um projecto comum. Aí, será ainda mais importante valorizar aqueles que são os agentes de proximidade, aqueles que têm capacidade de concretizar esses objectivos junto de cada uma das comunidades e dos seus territórios”, afirma, sublinhando que neste contexto as regiões, as cidades e as autoridades locais “devem particularmente ter um peso acrescido naquilo que é a Europa do futuro”.

Uma Europa, refere, que só fará sentido “se cada um desses valores forem respeitados e se cada uma das suas premissas forem incutidas na acção europeia conjunta e em vez de olharmos para aquilo que são os egoísmos e as perspectivas umbiguistas de cada um dos seus Estados-membros, possamos olhar para uma Europa em que a força de todos é a força do seu conjunto”.

“É nessa Europa que eu acredito, é para essa Europa que eu quero continuar a trabalhar”, frisa.

A cidade de Braga associa-se às comemorações do Dia da Europa, efeméride que este sábado se assinala e que pretende destacar a união e solidariedade que ultrapassam as fronteiras de cada país, especialmente em tempos de crise global como a que estamos a viver, devido à pandemia da covid-19.

Ricardo Rio interveio também nas iniciativas alusivas ao Dia da Europa do Comité das Regiões (https://bit.ly/3fweu6F) e da EUROCITIES (https://bit.ly/2WlYBbH).