HOSPITAL DE BRAGA:Ricardo Rio “lamenta” decisão do Governo e Hugo Soares fala “em mais um prego” no caixão do SNS

HOSPITAL DE BRAGA:
Ricardo Rio “lamenta” decisão do Governo e Hugo Soares fala “em mais um prego” no caixão do SNS

Enquanto a Bloco de Esquerda “saúda” a reversão da gestão do Hospital de Braga, Ricardo Rio “lamenta” a decisão do Governo. Hugo Soares, presidente da concelhia do PSD bracarense fala em “mais um prego no caixão” para o Sistema Nacional de Saúde,

Em declarações à Rádio Universitária do Minho (RUM), o presidente da Câmara de Braga acredita que o Hospital de Braga pode voltar ao regime de Parceria Público-Privada (PPP) “caso o próximo partido eleito nas legislativas obtenha maioria absoluta”.

PUBLICIDADE

“Basta que o próximo Governo não esteja dependente de outros partidos, como o Bloco de Esquerda ou o Partido Comunista, para tomar decisões em consciência, com outra responsabilidade, e sem este tipo de facilitismo que naturalmente prejudica os cidadãos”, afirma Rio.

Na entrevista à RUM, o autarca reitera posições assumidas anteriormente e assinala que “gostaria que a PPP voltasse a ser renovada, com este ou com outro interlocutor”.

“Tudo o que está escrito em relatórios realizados por entidades independentes atesta a qualidade e eficiência do modelo de gestão do Hospital de Braga e espero que a realidade não confirme este temor”, frisa, acrescentando, uma vez mais, que tudo pode mudar em Outubro.

“PREGO NO CAIXÃO”

Para a concelhia bracarense, liderada pelo deputado Hugo Soares, “a decisão liquidou um modelo de parceria público-privada (PPP) para a gestão clínica do Hospital de Braga, modelo esse que deu a esta unidade hospitalar o estatuto de uma das melhores do país”.

“Este Governo encabeçado pelo PS e validado pelos coniventes BE e PCP será para sempre lembrado como o carrasco de uma solução profícua para os bracarenses e demais utentes”, afirma a concelhia em comunicado, acrescentando que “decisão é mais um prego no caixão para o Sistema Nacional de Saúde (SNS).

“Esta decisão põe fim a um exemplo de sucesso e excelência do SNS, lançando a dúvida e a instabilidade sobre o futuro do Hospital de Braga. Não é necessário recuar muito no tempo para compreendermos a segurança que emanava desta parceria público-privada”, afirmam os sociais-democratas.

“Basta recuarmos até ao término de 2018 para lembrar que o Hospital de Braga conquistou pelo quarto ano consecutivo o primeiro lugar do grupo de hospitais de média/grande dimensão do SNS nos Prémios ‘TOP 5 – A Excelência dos Hospitais’, um reconhecimento feito pela empresa multinacional de benchmarking Hospitalar – IASIST, tendo por base a avaliação de três dimensões: qualidade assistencial, eficiência e adequação”, lê-se no comunicado.

A concluir o PSD lamenta que o Governo tenha “ignorado todos os pareceres técnicos” e “a própria posição da Câmara Municipal de Braga, que naturalmente está preocupada com o futuro do Hospital de Braga”.

com Fernando Gualtieri (CP 1200)

www.pressminho.pt