AMARES – Rio, música e Natureza. Green Sunset chega a Barreiros no fim-de-semana

AMARES –
Rio, música e Natureza. Green Sunset chega a Barreiros no fim-de-semana

Dois dias de animação, campismo gratuito e muitas actividades em contacto com a Natureza são os ingredientes principais da segunda edição do Green Sunset, em Barreiros, que se realiza no próximo fim-de-semana (20 e 21 de Julho).

Nesta segunda edição, a organização reforçou também a área disponível, criando novos espaços para os participantes, como um local para acampamento gratuito que abre logo no dia 19 e convida pais e filhos a usufruírem de uma experiência diferente em sintonia com a Natureza.

PUBLICIDADE

«Este evento tem todas as condições para ser um sucesso e crescer. Se algum sucesso Amares tem tido é a capacidade de criar actividades em diversos locais, em conjunto com as Juntas de Freguesia», disse o presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, na conferência de imprensa de apresentação do Green Sunset, realizada esta terça-feira.

A iniciativa abre no sábado, com a Tuna Académica da Universidade do Minho, seguida de três bandas – The Silent Box, The Insane Slave e Outside. Já de madrugada, o som fica a cargo do DJ amarense Bruno Vinhas.

Ao longo do dia, haverá três sessões do workshop “Do Lixo se Faz Música” e estarão disponíveis dois insufláveis aquáticos gigantes e um campo de voleibol de praia.

Para domingo estão agendados um “Ecoplogging” na margem do Rio Cávado e uma “Cãominhada” em parceria com os Patudos D’Amares e os Bombeiros Voluntários de Amares. À tarde, num clima de festa popular, haverá jogos tradicionais.

Além de permitir «a valorização do território ribeirinho» e de «sensibilizar para a importância da preservação ambiental», o evento pretende também «mostrar as mais-valias que Amares tem», explicou o vereador do Ambiente, Vítor Ribeiro.

POTENCIAR BARREIROS

O Green Sunset é uma iniciativa da Junta de Freguesia de Barreiros e da Câmara Municipal de Amares que, na opinião do autarca local, Silvério Silva, ajuda a mostrar «a enorme beleza» da freguesia.

«Sem qualquer desrespeito para com as restantes, penso que temos em Barreiros a melhor margem do Rio Cávado do concelho de Amares. A nossa ideia foi sempre pegar naquilo que temos de melhor para potenciar esta zona de lazer e trazer pessoas a esta terra», frisou.

A organização espera poder atrair cerca de 1500 pessoas nos dois dias. No ano passado, o “sunset” teve apena um dia e registou a participação de 700 pessoas, de acordo com os números da organização.