EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO -
Seis estudantes da UMinho premiados com bolsas Fulbright

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Universidade do Minho é uma das instituições com mais estudantes de doutoramento premiados este ano com bolsas da Comissão Fulbright para desenvolverem investigação nos Estados Unidos da América.

Os alunos laureados são Francisco Almeida (Neurociências), Maria Carolina Amorim (Química), Valéria Gomes (Engenharia de Materiais), Maria Vale, Delfina Fernandes (ambas de Psicologia) e Sara Cerqueira (Engenharia Biomédica), que vão fazer períodos de pesquisa, respetivamente, nas universidades de Columbia, da Cidade de Nova Iorque, de Brandeis, de George Mason, do Estado da Califórnia em Long Beach e no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Quatro daquelas bolsas são também cofinanciadas pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

A internacionalização da investigação é um dos pilares estratégicos do programa de ação da Reitoria da UMinho e têm sido desenvolvidas diversas atividades para reforçar esta dimensão.

Para o reitor, Rui Vieira de Castro, “as bolsas Fulbright representam um relevante contributo para a internacionalização da investigação desenvolvida por estudantes, investigadores e professores da UMinho, permitindo a deslocação a universidades norte-americanas e a pesquisa conjunta, sendo os bolseiros Fullbright, simultaneamente, embaixadores culturais de Portugal e da UMinho”.

As bolsas do Programa Fulbright oferecem a estudantes e professores portugueses a oportunidade de estudar, lecionar ou fazer investigação nos EUA, bem como a estudantes e professores norte-americanos a oportunidade de desenvolver o mesmo tipo de atividades em Portugal.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS