PARA AVALIAR OS DISPOSITIVOS -
Telmo Correia (CDS-PP) visitou dispositivo de combate a incêndios florestais em Amares e Braga

Telmo Correia, deputado do CDS-PP eleito pelo distrito de Braga, e Hélder Pereira, da Comissão Política Distrital, realizaram esta segunda-feira um conjunto de visitas para conhecimento e avaliação do dispositivo de combate a incêndios para este ano. Os ‘populares’ estiveram também em Amares.

A ronda de visitas começou pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga, com uma reunião com o comandante operacional Hermenegildo Abreu e com a 2.ª comandante Marinha Esteves.

No final, Telmo Correia e Hélder Pereira sublinharam que “não obstantes os sucessivos atrasos por parte do Governo, é fundamental que os meios aéreos ligeiros sediados em Braga venham a ser rapidamente complementados com meios pesados, tipo Kamov”.

PUBLICIDADE

Os dirigentes do CDS-PP, defenderam, no plano distrital, o preenchimento dos postos de comando e a necessidade de renovação do parque de viaturas no distrito, bem como a construção de novas instalações.

“É fundamental que num curto prazo se resolva a questão das instalações do CDOS de Braga”, questão que Telmo Correia lembrou estar por resolver há muito tempo.

O CDOS de Braga está em instalações provisórias, sendo que a parte operacional e administrativa funcionam em edifícios separados, prejudicando a sua operacionalidade.

TELMO EM AMARES

Telmo Correia e Hélder Pereira visitaram ainda a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Amares, tendo trocado impressões sobre a situação e as necessidades daquela corporação no dia em que se inicia “a fase mais exigente de combate a incêndios” e em que entrou em funções uma nova equipa de intervenção permanente, ali sediada.

Em reunião com o presidente da AHBVA José Goncalves e com o comandante operacional adjunto Domingos Ferreira, os dirigentes do CDS sublinharam que “é fundamental que se tenha tirado uma lição e que não se repita o que aconteceu em 2017”

Telmo Correia garantiu que o CDS-PP “está, e estará, no terreno para conhecer, mas também para poder ser particularmente exigente nesta área, como tem sido enquanto partido de oposição”.