BRAGA – Turistas deixaram 24,5 milhões de euros em Braga no último ano

BRAGA –
Turistas deixaram 24,5 milhões de euros em Braga no último ano

A actividade turística em Braga conheceu um crescimento assinalável nos últimos 5 anos. Comparando os dados de 2013 com os obtidos em 2018, regista-se um aumento de 88% dos proveitos, totalizando 24,5 mil milhões para as empresas do sector. Para 2019 são esperadas 600 mil dormidas.

Verifica-se ainda um incremento de 94% no número de visitantes no Posto de Turismo (275 mil), de 98,6% no número de dormidas (582 mil) e de 72% no número de turistas estrangeiros (189 mil).

PUBLICIDADE

Os números foram apresentados pelo vereador do Turismo, Altino Bessa, e Rui Marques, director-geral da Associação Comercial de Braga, que assinalaram desta forma o Dia Mundial do Turismo.

“Este ano, é expectável que se chegue às 600 mil dormidas, o que representaria mais 18 mil do que em 2018. Até Junho foram contabilizadas cerca de 289 mil dormidas, 158 mil de turistas nacionais e 131 mil de turistas estrangeiros”, referiu Bessa.

O Posto de Turismo registou este ano o maior número de visitantes (311 mil), sendo que nos últimos meses de 2019 este número irá ainda aumentar, segundo Bessa.

A maior parte dos turistas são oriundos de território nacional, Espanha e França, seguidos de Reino Unido, Brasil (país que tem registado um aumento considerável de visitantes desde 2017) e Itália.

É no mês de Agosto que Braga recebe o maior número de visitantes, seguindo-se os meses de Julho e Abril.

“A capacidade de atracção dos turistas tem por base vários critérios, nomeadamente a qualidade e diversidade da oferta de serviços em áreas como o alojamento, restauração, actividades e atracções”, afirmou o autarca.

TURISTAS RECOMENDAM CIDADE

Foi ainda apresentado um estudo relativo ao impacto económico do turismo em Braga, da autoria de Hugo Barros, licenciado em Gestão de Actividades Turísticas no IPCA.

O estudo, baseado em inquéritos realizados a 103 turistas, concluiu que os turistas que visitaram Braga nos meses de Maio e Junho deste ano gastaram, em média, 1183 euros, sendo que o gasto médio por dia é de 173 euros. De acordo com o mesmo estudo, os visitantes expressaram um nível elevado de recomendação de Braga.

Altino Bessa revelou também que a Câmara Municipal vai lançar, no fim do ano ou início de 2020, o concurso ‘Inovação Aberta’, que visa incentivar a população a apresentar ideias inovadoras no sector turístico ao nível da sua estruturação, promoção e valorização.

Aberta a maiores de 18 anos, individuais ou colectivas, a iniciativa atribuirá um prémio de 5 mil euros à candidatura vencedora.

Os interessados podem participar até ao dia 22 de Novembro, sendo que têm que ser residentes em Braga e o projecto tem que ser implementado no concelho.