AMARES - -
“Urjalândia” está aí a chegar com um programa «recheado» de novidades

Já se vão contando os dias para a 3ªedição da Urjalândia “Aldeia de Natal Sustentável”, uma iniciativa que decorre a 20, 21, 22 e 23 de Dezembro na Aldeia do Urjal, em Seramil, Amares, fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal de Amares, a Junta de Freguesia de Vilela, Seramil e Paredes Secas, a ATAHCA e a população local.

O Presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, enalteceu, esta quarta-feira, em conferência de imprensa de apresentação do evento, a «importância» da iniciativa, pelo «dinamismo» que dá ao lugar e à «economia local».

Face às expectativas, o autarca lembrou que «na primeira edição passaram por aqui há volta de 300 e tal pessoas e na segunda ultrapassamos as 5000. Esperamos este ano chegar a esse número. Julgo que será uma edição em que vamos atingir esse objectivo».

PUBLICIDADE

«É UMA HONRA TER UM EVENTO DESTES A DAR CARTAS NÃO SÓ NO CONCELHO, MAS TAMBÉM NO DISTRITO E NO PAÍS»

O Presidente de Junta de Vilela, Seramil e Paredes Secas, Rui Tomada, destacou o trabalho desenvolvido por todos aqueles que ajudam e colaboram para o concretizar da iniciativa. «É um conforto enorme ter pessoas à altura neste projecto».

Rui Tomada disse ainda que «é uma honra, como Presidente de Junta, e também para os habitantes daqui terem um evento destes a dar cartas não só no Concelho, mas também no Distrito e no País. As expectativas são grandes pois ouço as pessoas a falar da Urjalândia. Já cá estiveram e querem voltar».

«O QUE TORNA ESTA ALDEIA ÚNICA É A SUA AUTENTICIDADE»

Já o Vereador do Ambiente do Município de Amares, Vítor Ribeiro, afirmou que o projecto, «pioneiro em Portugal», possui três diferentes vertentes, «a económica, a sensibilização da população e a atracção de públicos à aldeia».

E acrescentou, «o que torna esta aldeia única é a sua autenticidade, com uma comunidade que abre as suas portas».

PROGRAMA

Quanto ao programa, Vítor Ribeiro esclareceu que este está «mais recheado que no ano passado», com o envolvimento de várias instituições, associações, escolas e da economia local.

Referindo-se aos dias, «sábado e domingo serão os dias fortes», com actividades radicais, desportos ligados ao tradicional, passeios a cavalo, um planetário móvel (novidade), uma exposição de presépios, uma feira de produtos locais, sessão com palhaços, teatro (pelo TinBra), actividades ligadas a microscopia, programação e robótica, workshops musicais e de artesãos locais, actuação da Gatuna, o acender da fogueira e ainda uma Eucaristia e uma visita ao Carvalhal.

Para domingo está reservada uma Parada de Natal, a actuação do teatro infantil de barreiros, a preparação do maior bolo-rei de laranja e muitas outras surpresas.

«CRIAR PEQUENAS DINÂMICAS ECONÓMICAS QUE PODEM MANTER A VIDA NESTAS ALDEIAS E A PAISAGEM HUMANIZADA»

Fazendo uma análise da aldeia do Urjal, o Presidente da ATAHCA, José da Mota Alves, referiu que «muitas das aldeias têm problemas e estão cada vez mais envelhecidas, mas têm dinâmica. Esta iniciativa ajuda a dinamizar a economia local e permitirá que muitos daqueles que daqui sairão sintam que vale a pena vir ao Urjal. Criar pequenas dinâmicas económicas que podem manter a vida nestas aldeias e manter a paisagem humanizada».

CANDIDATURA NA CALHA PARA MELHORAMENTO DOS ESPAÇOS?

O Vice-Presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo, revelou que «o Município de Amares está a trabalhar numa candidatura, junto da ATAHCA, no sentido de criar algumas condições e infra-estruturas no Urjal. É muito importante, pois no próximo ano poderemos ter outras condições, o melhoramento de alguns espaços».

«O MOVIMENTO É BOM POIS O POVO VÊ O QUE NUNCA VIU E PASSEIA»

Um dos 25 residentes na aldeia do Urjal, António Rodrigues, deu também o seu testemunho sobre o evento que pela altura do Natal vai levar uma verdadeira enchente à aldeia. «É sempre bom ter isto na aldeia. É bom para o lugar e para a freguesia. Fazem falta coisas aqui, para que tudo isto dê rendimento. O movimento é bom, pois o povo vê o que nunca viu e passeia».

EXPOSIÇÃO DE REGISTOS FOTOGRÁFICOS DE EDIÇÕES ANTERIORES

Patente no Nova Arcada até 26 de Dezembro está uma exposição relacionada com o evento, com registos fotográficos da segunda edição, uma mostra composta por 14 impressões e sete painéis.