PAÍS -
A partir de domingo já pode pedir voto antecipado em mobilidade

Todos os portugueses que não puderem votar nas eleições presidenciais agendadas para o próximo dia 24 de Janeiro já podem pedir a partir deste domingo, 10 de Janeiro, para exercer o seu direito de voto uma semana antes, em qualquer sede de Concelho do país.

Quem quiser antecipar o voto para 17 de Janeiro e em qualquer câmara municipal – em vez de o fazer no dia 24 e na mesa de voto onde está inscrito – tem de o fazer entre domingo e quinta-feira. O pedido pode ser feito junto do Ministério da Administração Interna no endereço electrónico: www.votoantecipado.mai.gov.pt ou através de correio normal.

COMO FAZER?

PUBLICIDADE

O eleitor deve mencionar os seus dados, tais como, nome completo, data de nascimento, número de identificação civil, morada, mesa de voto antecipado em mobilidade onde pretende exercer o direito de voto e endereço de correio eletrónico e/ou contacto telefónico, havendo, para isso, uma minuta na página da Internet do Ministério da Administração Interna. Posto isto, no dia 17 de Janeiro o eleitor vota na mesa do local escolhido, de acordo com a alteração dа lei, aprovada em Outubro pela Assembleia da República.

EM CASO DE CONFINAMENTO

Para além do voto antecipado em mobilidade existe também a possibilidade de exercer o direito cívico antes do dia 24 de Janeiro caso se encontre em confinamento obrigatório devido а pandemia. Neste caso, terá de manifestar a sua intenção de votar no domicílio ou noutro local que não hospitalar entre 14 e 17 de Janeiro, através de carta ou no endereço electrónico: www.votoantecipado.mai.gov.pt. Os votos serão recolhidos por equipas municipais devidamente equipadas e cumprindo com as regras sanitárias, nos dias 19 e 20 de Janeiro.

As eleições presidenciais estão marcadas para 24 de Janeiro, sendo que a campanha eleitoral decorre entre 10 e 22 de Janeiro.