AMARES -
Ana Patrícia Ribeiro renuncia à presidência da JS Amares

Ana Patrícia Ribeiro renunciou ao cargo de presidente da concelhia de Amares da Juventude Socialista (JS), «por razões essencialmente pessoais e profissionais», confirmou a própria ao jornal “O Amarense”.

«Considero que, na senda do que já tinha sido feito com o meu camarada e anterior presidente de concelhia, Tiago Costa, a estrutura encontra-se unida e preparada para trabalhar arduamente em prol dos jovens amarenses, perspectivando já o ano autárquico que se avizinha», refere.

PUBLICIDADE

Segundo Ana Patrícia Ribeiro, «esta foi uma decisão pensada e estruturada, tomada com grande sentido de responsabilidade».

«Renuncio a este cargo, mas levo comigo a causa, as pessoas e, acima de tudo, aqueles que sempre me acompanharam. Acredito que os jovens têm espaço para dar a sua voz na política e, sobretudo temos no nosso concelho de Amares juventude altamente qualificada que deve ser cativada a participar», aponta.

Para a jovem socialista, «num mundo cada vez mais populista e radical, a participação dos jovens nas causas sociais é urgente e é o maior factor de mudança».

«Fazendo uma breve análise do trabalho realizado, temos uma estrutura, hoje, sólida e reconhecida local e nacionalmente pelos órgãos da Juventude Socialista e do Partido Socialista, integrando esses mesmos órgãos», sublinha.

As eleições para a escolha dos novos órgãos acontecerão nos próximos 15 dias.