CULTURA - Associação quer que Berán garanta passagem do caminho de Braga a Santiago

CULTURA -
Associação quer que Berán garanta passagem do caminho de Braga a Santiago

A Associação Jacobeia do Caminho da Geira Minhoto Ribeiro (ACMR) solicitou, esta terça-feira, à Entidade Local Menor de Berán (Ourense), que peça a adesão à Associação de Concelhos do Caminho Minhoto Ribeiro, com o objectivo de «defender na região o caminho que liga Braga a Santiago de Compostela».

Em comunicado, a Associação aponta que numa carta enviada à entidade local, «pede à Entidade Local Menor de Berán (equivalente a freguesia) que aprove em plenário um pedido de adesão formal à associação de municípios, porque é um órgão público mandatado para defender os interesses de seus representados quanto à passagem do Caminho da Geira por Berán, como contemplado no projecto original, apresentado em Braga em Abril de 2017».

A CMRM, presidida por Abdón Fernández, solicita ainda a «colaboração, intervenção, preparação do traçado e o apoio do concelho de Leiro [que integra Berán]», com o objectivo de «aproveitar a grande oportunidade socioeconómica aliada ao reconhecimento do Caminho da Geira e da sua passagem pela localidade de Berán, que se prevê possa acontecer até ao Ano Santo Jacobeu de 2021».

PUBLICIDADE

Na nota pode ainda ler-se que a associação «aproveita a missiva para oferecer a sua colaboração no âmbito da informação, investigação e o que mais estiver ao seu alcance para a persecução e consolidação do objectivo de ser aprovado o Caminho da Geira com passagem por Berán», destacando que «quer avançar com espírito positivo apresentando soluções construtivas para o projecto do Caminho da Geira», que liga Braga a Santiago de Compostela na distância de 240 quilómetros.