AUTÁRQUICAS -
BE Braga diz que é possível TUB gratuitos desde que haja vontade política

Alexandra Vieira defende que “desde que haja vontade política” é possível que os Transportes Urbanos de Braga passem a ser gratuitos para quem vive e trabalha no concelho.

A cabeça-de-lista do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara Municipal falava depois de viajar por vários percursos nos autocarros da empresa municipal, realizados no âmbito das comemorações do Dia Mundial Sem Carros, para ouvir as preocupações e sugestões dos utentes com que se cruzou.

PUBLICIDADE

A candidata bloquista refere queixas “quanto à irregularidade dos horários, e da escassa cobertura” das zonas mais periféricas do concelho.

A também deputada no Parlamento, depois de afirmar que “é possível ter mais autocarros, com percursos e horários mais adequados às necessidades de todas as pessoas que vivem em Braga”, assegurou que o BE se vai “bater sempre” para que os TUB sejam gratuitos para todos os que vivem ou trabalham em Braga.

“Isto é perfeitamente possível, desde que haja vontade política”, diz.

Para a bloquista, o transporte colectivo tem que ser assumido como “o meio prioritário de deslocação entre a casa e o trabalho, principalmente para quem vive fora do centro” da cidade.

“Não nos vamos cansar de dizer que mais pessoas nos autocarros significa menos carros na cidade, e isto só tem pontos positivos: menos trânsito, menos poluição, mais espaço para que os peões e bicicletas circulem”, argumenta, reconhecendo que “esta transformação não se faz do dia para noite, mas estaremos aqui para que ela seja possível”.

As viagens de Alexandra Vieira terminaram na central dos TUB, onde a reuniu com a direcção da empresa. No final da reunião, mostrou-se “confiante” de que há condições para que a empresa municipal preste “um serviço público que encha os bracarenses de orgulho e seja um exemplo para o país”.