BRAGA -
BE de Braga “não dá” mais para peditório da Câmara 

A coordenadora concelhia de Braga do Bloco de Esquerda (BE) veio, esta quarta-feira, a público para dizer que “não dá” mais para o peditório que a Câmara está a promover. A Comissão Permanente da Assembleia Municipal reúne quinta-feira a pedido dos bloquistas.

Considerando “lamentável” a iniciativa da autarquia, os bloquistas dizem que “a missão de uma autarquia não é a de promover peditórios”, acção que cabe às “instituições que necessitam de apoio para financiar algumas das suas actividades”.

“Uma autarquia tem fundos próprios, do Orçamento de Estado e das receitas de impostos, não tem de recorrer a peditórios” argumentam.

PUBLICIDADE

“O que se exige de uma autarquia, ainda para mais, nestes tempos, é que desenvolva uma política pública de mitigação dos efeitos da crise, apoiando os nossos concidadãos e, se necessário for, as instituições que estão na primeira linha a desenvolver esse apoio”, acrescenta o BE.

O Bloco considera que este tempo de emergência “está a pôr a nu” as “enormes fragilidades” da Câmara de Braga, “que na verdade não tem uma estratégia concertada de trabalho no âmbito da intervenção social, nem de cooperação inter-institucional”.

“Prova disse é o facto de ter desprezado a dinamização da Rede Social, como instrumento agregador do trabalho das instituições do concelho”, afirma o BE.

Recorde-se que o peditório, intitulado ‘Juntos vamos ajudar aqueles que mais precisam’, visa a recolha de bens materiais e donativos da sociedade civil para ajudar instituições locais e famílias e sinalizadas.

Entretanto, a Coordenadora Concelhia do BE bracarense reúne esta quinta-feira, por vídeo-conferência, com a Comissão Permanente da Assembleia Municipal (AM), a pedido do seu grupo municipal, para analisar a intervenção da autarquia na resposta à pandemia.

A comissão integra os líderes de bancada dos partidos com assento naquele órgão e presidentes das comissões sectoriais, e conta com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal.