REGIÃO

REGIÃO -
Bloco questiona Ministério do Ambiente sobre descargas “inadmissíveis” em ribeiro de Viana do Castelo

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Bloco de Esquerda (BE) considera “inadmissível” a ocorrência de “repetidas descargas” ilegais no ribeiro do Radivau, na freguesia de São Romão do Neiva, em Viana do Castelo, e exige medidas parar termo a uma situação que põe em causa a saúde da população e a biodiversidade.

As descargas de óleo e gasóleo junto à zona industrial do Neiva que, segundo o presidente da Junta já aconteceram por seis vezes este ano, motivou um pedido de explicações ao ministro do Ambiente e da Acção Climática. Também membros do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR, alertados pela população para as descargas, “terão constatado que as águas sofreram descargas ilegais que queimaram a vegetação envolvente ao leito”.

Recordando que o Radivau é um afluente que desagua no rio Neiva, entre Castelo do Neiva, no concelho de Viana e Antas, no concelho de Esposende, o BE afirma na pergunta dirigida a Duarte Cordeiro, através da Assembleia da República, que é “imperioso” proceder à despoluição do ribeiro e por consequência do rio Neiva para que “a população local possa voltar a usufruir daquelas águas”.

PUBLICIDADE

“Os focos de poluição no ribeiro do Radivau colocam em risco o rio Neiva que é muito procurado pela população local devido às águas límpidas ribeirinhas”, refere, alertando para as descargas poluentes que “podem ainda provocar efeitos negativos na biodiversidade ribeirinha, bem como na agricultura e saúde humana”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS