BRAGA -
Braga assegura refeições escolares

Com o início do 3.º período lectivo e com a manutenção dos estabelecimentos de ensino encerrados, a Câmara de Braga continua a assegurar as refeições a alunos beneficiários de Acção Social Escolar (ASE) e a todos os que se encontrem em situação de dificuldade económica.

Em articulação com os agrupamentos de escolas, a autarquia procedeu ao levantamento das necessidades dos alunos que beneficiam da ASE e daqueles que, mesmo não tendo escalão A ou B, se encontrem, comprovadamente, numa situação de vulnerabilidade social em virtude da pandemia de covid-19.

“Uma vez que se prevê um agravamento das condições económicas dos agregados familiares, pretendemos assim assegurar que nenhuma criança e/ou aluno do concelho fica privada de uma refeição equilibrada, salvaguardando o bem-estar destas crianças e alunos”, sustenta a vereadora da Educação, Lídia Dias.

PUBLICIDADE

Ainda durante a interrupção lectiva da Páscoa, o município procedeu ao levantamento de mais de 24 mil embalagens de leite e outros alimentos dos bufetes escolares, evitando que os mesmos atingissem o prazo de validade, e redistribuiu estes bens pelas várias instituições que estão a confeccionar refeições e a entregar cabazes a famílias carenciadas. Este trabalho contou com o apoio dos directores de agrupamentos de escolas e da Direcção Geral de Estabelecimentos de Ensino do Norte.