BRAGA -
Braga dá a conhecer nova geração de talentos culinários

Até à próxima quinta-feira, dia 25 de Novembro, a próxima geração de talentos culinários vai estar à prova em Braga, com a 5ª edição do European Young Chef Award. A competição, que coloca a concurso dez jovens chefs de Portugal, Espanha, Grécia, Eslovénia, Noruega, França e Dinamarca, decorre no renovado Mercado Municipal de Braga e vai «premiar a inovação de pratos tradicionais, onde a sustentabilidade e a luta contra o desperdício serão critérios essenciais na escolha do vencedor».

Na cerimónia de abertura, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, lembrou que o concurso é «mais uma oportunidade para projectar Braga a nível internacional, dando a conhecer ao mundo a nova geração de chefs». 

«Esta é uma iniciativa que tem uma grande visibilidade à escala europeia e que por si só vai ajudar a divulgar a Cidade de Braga e toda a região, uma vez que se trata de um projecto que junta as três Comunidades Intermunicipais», explicou o autarca, destacando o facto de esta edição ser realizada «num cenário de ambiente real como é o caso do Mercado Municipal, proporcionando o contacto directo com os fornecedores e com os habituais clientes que diariamente escolhem este espaço para fazer as suas compras».

PUBLICIDADE

“EUROPEAN YOUNG CHEF”

Esta edição do concurso “European Young Chef” é subordinada à temática “Tradição e Inovação” e consiste na inovação de uma receita tradicional (entrada, prato principal ou sobremesa), enfatizando a utilização dos produtos endógenos e respeitando o respectivo calendário de produção. Para o concurso, cada jovem chef trouxe produtos típicos da sua região para utilizar na confecção dos pratos, no entanto, todos os restantes ingredientes são adquiridos aos produtores do Mercado Municipal, numa oportunidade para divulgar a frescura e qualidade dos produtos locais.

O European Young Chef Award, promovido pelo Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Arte e Turismo, visa «reforçar os laços entre as regiões europeias através de jovens chefs. O evento é financiado pela estratégia de eficiência colectiva ‘PROVERE – Minho Inovação’, no âmbito do projecto –âncora PA9. Enograstronomia».