BRAGA - Braga sobe ao terceiro lugar da cidade mais atractiva para viver em Portugal

BRAGA -
Braga sobe ao terceiro lugar da cidade mais atractiva para viver em Portugal

Braga subiu ao terceiro posto do ranking da consultora Bloom Consulting na categoria ‘Viver’, tornado público esta segunda-feira. O concelho bracarense mantém o terceiro lugar, obtido em 2018, em ‘Negócios’. Já na categoria ‘Visitar, encerra o top 10.

Desde a primeira edição, Lisboa lidera os rankings, parciais e nacionais, em todas as categorias analisadas: ‘Negócios’, ‘Visitar” e ‘Viver’.

Nesta sexta edição do estudo anual, o ‘top 10’ é composto, depois de Lisboa, Porto e Cascais, pelos concelhos de Braga, Coimbra, Sintra, Funchal, Faro, Setúbal e Vila Nova de Gaia.

PUBLICIDADE

A consultora destaca a “impressionante subida de cinco posições” de Viana do Castelo, que regressa ao ‘top 25’, na 21.ª posição, depois de ter ficado de fora desta lista na edição do último ano.

Para a Bloom Consulting, Viana do Castelo, que ocupava o 26.º lugar em 2018, protagonizou o maior salto da tabela entre os 25 municípios com melhor desempenho no país.

No ‘top 25’ dominam a regiões do Norte e de Lisboa, com sete municípios cada, seguidos pela região Centro, com cinco, e pelo Algarve, com dois. Açores, Madeira e Alentejo têm um município cada neste ranking.

Depois de três edições sem subidas, Évora alcançou a segunda maior ascensão em 2019, atingindo a 17.ª posição na tabela.

NEGÓCIOS

Por sectores de análise, e relativamente a ‘Negócios’, o ‘top 5’ mantém-se inalterado em relação a 2018, sendo liderado por Lisboa, Porto e Braga, aos quais se seguem Cascais e Coimbra.

De acordo com a consultora, os primeiros cinco classificados mantêm as mesmas posições do ano passado neste sector.

Esta edição marcou a saída de Bragança e a estreia Vila Nova de Famalicão na lista dos primeiros 25 municípios relativa ao desempenho nos negócios.

VIVER

Na categoria ‘Viver’, sobre condições de vida, a consultora destaca a entrada de Braga no ‘pódio’, subindo uma posição.

Neste item as subidas mais importantes ficaram reservadas para o Funchal (que sobe 10 posições, ocupando o 14.º lugar) e para Viana do Castelo (que entra para a 22.ª posição, após uma subida de oito lugares).

Nos dois primeiros lugares, mantêm-se a líder Lisboa e o Porto.

VISITAR

Em relação à categoria ‘Visitar’, Lisboa, Porto e Funchal mantêm-se inalterados nas três primeiras posições. Braga ocupa a 10.ª posição.

No ‘top 25’ deste item, destaca-se a Nazaré, que se fixou no quarto lugar, subindo três posições em relação a 2018, ano que atingiu o ‘top 10’.

Em 2019, Évora obteve a “melhor posição de sempre nesta dimensão”, alcançando a 8.ª posição após subir dois lugares.

Em termos gerais, neste sector de análise verificou-se a subida de quatro lugares de Guimarães, atingindo a 16.ª posição, e as estreias de Loulé e Viana do Castelo no ‘top 25’, fixando-se nos 19.º e 25.º lugares, respectivamente.

PORTO LIDERA REGIÃO NORTE

Quanto às descidas, a Bloom Consulting distingue a queda de três lugares de Cascais (que sai dos primeiros cinco lugares), bem como a de Torres Vedras, que cai oito lugares e sai pela primeira vez do ‘top 25’.

Ao nível regional, o Porto lidera a região Norte, Coimbra a região centro, Lisboa a região de Lisboa e Vale do Tejo, Évora a do Alentejo, Faro a do Algarve, Funchal a da Madeira e Ponta Delgada a dos Açores.

O Portugal City Brand Ranking examina o sucesso dos 308 municípios portugueses e o desempenho relativo entre eles na obtenção de novos investidores, residentes e turistas.

O estudo da consultora Bloom Consulting é realizado de acordo com variáveis como dados estatísticos, procura, pesquisas ‘on-line’ que tiveram como objecto o concelho em causa e desempenho ‘on-line’ através dos ‘sites’ e redes sociais de cada município.