AMARES -
“Call center” ajuda idosos do concelho de Amares

No âmbito do projecto “Aproximar Amares”, a cargo da Santa Casa da Misericórdia amarense, foi criado um “call center” de apoio a idosos referenciados.

«Este serviço permitirá que os idosos do concelho de Amares, devidamente sinalizados pelas entidades competentes, possam solicitar apoios, pedidos, informações e aconselhamento médico, de enfermagem e psicologia», refere a equipa responsável pelo projecto.

PUBLICIDADE

A Santa Casa da Misericórdia de Amares foi uma das instituições premiadas a nível nacional no Concurso Gulbenkian Cuida, promovido no âmbito do Fundo de Emergência Covid-19 da Fundação Calouste Gulbenkian em cooperação com o Instituto da Segurança Social, destinado a reforçar a capacidade de resposta das instituições da sociedade civil no apoio a idosos, um dos grupos de maior risco desta pandemia.

Este projecto da Santa Casa da Misericórdia de Amares tem como objetivos proporcionar um serviço de apoio domiciliário mais diversificado e completo e que responda assim à satisfação das necessidades básicas, pessoais, afectivas e sociais dos idosos em situação de isolamento do concelho de Amares.

«Através de um trabalho articulado e multidisciplinar, procuraremos desenvolver um apoio domiciliário que assegure as necessidades alimentares, de higiene pessoal e habitacional, acesso a medicamentos, promoção da literacia sobre a doença, acesso a cuidados de saúde e alternativas seguras, que facilitem o contacto e a manutenção de laços familiares e comunitários», refere.

Este projecto iniciou em maio, dado o carácter de emergência do mesmo, e decorrerá até Dezembro de 2020. “Aproximar Amares” «pretende contribuir para a diminuição dos impactos negativos desta pandemia na vida de todos idosos em situação de isolamento social do concelho de Amares».

«No momento consideramos importante definir os destinatários, organizar os recursos e os meios necessários para o início da intervenção. Para tal, entendemos fundamental contactar todas as instituições/entidades que assumem responsabilidades de acção social no concelho, solicitando que identifiquem idosos em situação de isolamento social e que poderiam beneficiar com a nossa intervenção», frisa a equipa do projecto.