OPINIÃO -
Casa de Banho para quê?

Artigo de Maria Salomé Gonçalves, Técnica de Saúde Ambiental – ACeS Cávado II – Gerês/Cabreira

 

Pode-lhe parecer caricato o título deste artigo, mas já parou para pensar na sorte que tem em ter uma casa de banho?

PUBLICIDADE

Estas são apenas 9 razões para estar agradecido por ter uma casa de banho. Certamente encontrará outras!

O Dia Mundial da Casa de Banho foi oficialmente reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2013 e assinala-se anualmente a 19 de novembro. Longe de ser um dia engraçado, este dia apresenta-se como uma data séria, que tenta destacar a importância do saneamento básico para a saúde global.

Hoje de manhã, depois de acordar, provavelmente, lavou a cara, as mãos, escovou os dentes, usou a sanita e o autoclismo, tomou banho……

Mas sabia que?

  • Quase metade da população mundial – 3,6 mil milhões de pessoas – vive sem uma casa de banho segura;
  • 494 milhões de pessoas ainda praticam a defecação a céu aberto;
  • Pelo menos 2 mil milhões de pessoas usam uma fonte de abastecimento de água contaminada com fezes;
  • 1 em cada 3 pessoas da população mundial – 2,3 mil milhões de pessoas – não tem instalações básicas para lavar as mãos em casa;
  • Todos os dias, mais de 700 crianças com menos de cinco anos morrem de diarreia associada a água e saneamento inseguros e higiene precária.

Agora tente imaginar-se sem acesso à casa de banho, no seu dia-a-dia, em casa e no seu local de trabalho. Difícil, não é? Mas a verdade é que esta é a realidade de muitas pessoas, ao que acresce a insegurança e a indignidade nas (precárias/deficientes) condições praticadas, bem como outros problemas que nem passam pela cabeça da maioria das pessoas que vivem no mundo industrializado.

A Campanha do Dia Mundial da Casa de Banho 2021 alerta para o facto das casas de banho – e os sistemas de saneamento que as suportam – serem subfinanciadas, mal geridas ou negligenciadas em muitas partes do mundo, com consequências devastadoras para a saúde, economia e ambiente, particularmente nas comunidades mais pobres e marginalizadas. Na verdade, este é um bom indicador das desigualdades que existem entre os países desenvolvidos e os países subdesenvolvidos. Todos precisamos de satisfazer as necessidades fisiológicas e/ou de higiene básicas, mas se uns têm casas de banho ornamentadas e pintadas de dourado, muitos não podem ter mais do que um simples buraco no chão.

O acesso ao saneamento é reconhecido pela ONU como um direito humano que permite a todos ter acesso físico e acessível ao saneamento, em todas as esferas da vida, que seja seguro, higiénico e social e culturalmente aceitável e que proporcione privacidade e garanta dignidade.

As deficientes condições sanitárias aumentam os riscos de contrair e propagar doenças. Quando, numa comunidade, não existem casas de banho seguras, a saúde de todos é ameaçada. A ausência de saneamento contamina fontes de água potável, rios, praias e culturas alimentares, espalhando doenças mortais pela população.

Conscientes desta problemática, a ONU, na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, inclui um objetivo de desenvolvimento sustentável (ODS) direcionado para esta problemática – o ODS 6 que visa garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos.

Este objetivo, assumido pelos 193 países das Nações Unidas, tem, entre outras, a seguinte meta:

• Até 2030, alcançar o acesso a saneamento e higiene adequados e equitativos para todos, e acabar com a defecação a céu aberto, com especial atenção para as necessidades das mulheres e meninas e daqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

No entanto, apesar de se terem feito alguns progressos, o mundo está seriamente longe de cumprir o objetivo e não é só o direito ao saneamento que está comprometido, mas a sua garantia é também fundamental para a satisfação de muitos outros direitos, tais como o direito à saúde, o direito à educação, o direito ao trabalho e o direito de viver uma vida com dignidade.

O acesso seguro, sustentável e acessível a uma casa de banho é essencial para o bem-estar e os direitos de cada ser humano. Todos nós nos devíamos preocupar mais com as casas de banho. Se tem uma, agradeça!

 

Fonte:

Site oficial do Dia Mundial da Casa de Banho 2021: https://www.worldtoiletday.info/

Site ONU News: https://news.un.org/pt/