RELIGIÃO -
Casamentos, baptismos e crismas suspensos ou adiados

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) decidiu suspender ou adiar, a partir desta quinta-feira, a celebração de Baptismos, Crismas e casamentos tendo em conta a «gravíssima situação» provocada pela pandemia de Covid-19. Esta decisão foi anunciada pelo Conselho Permanente da CEP, em comunicado, devido ao novo período de confinamento que tem início esta sexta-feira.

«Estamos conscientes da gravíssima situação de pandemia que vivemos neste momento, a exigir de todos nós acrescida responsabilidade e solidariedade no seu combate, contribuindo para superar a crise com todo o empenho», pode ler-se.

EUCARISTIA E EXÉQUIAS PROSSEGUEM

PUBLICIDADE

A CEP sublinha que com base nas orientações governamentais decretadas para o novo confinamento, as comunidades católicas podem prosseguir «as celebrações litúrgicas, nomeadamente a Eucaristia e as Exéquias», segundo as directivas publicadas a 8 de Maio de 2020, em coordenação com a Direcção-Geral da Saúde (DGS). Já celebrações como «Baptismos, Crismas e Matrimónios, devem ser suspensas ou adiadas para momento mais oportuno, quando a situação sanitária o permitir».

CATEQUESE

Adiantam, também, que a catequese continuará em regime presencial onde for «possível observar as exigências sanitárias», pois «de contrário, pode ser por via digital ou cancelada. Recomendamos ainda que outras actividades pastorais se realizem de modo digital ou sejam adiadas», acrescentam.