TERRAS DE BOURO -
Cascatas, água, saneamento e ordenamento da Albufeira da Caniçada. Tibo pede ajuda do Governo

O presidente da Câmara de Terras de Bouro, Manuel Tibo, apelou esta sexta-feira à intervenção do Governo no sentido de resolver problemas relativos à segurança nos miradouros e cascatas, ao abastecimento de água, à rede de saneamento básico e ao Plano de Ordenamento da Albufeira da Caniçada.

O autarca terrabourense falava na sessão de apresentação dos novos investimentos e reforço de meios humanos no Parque Nacional da Peneda-Gerês, no Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro, na Vila do Gerês, cerimónia que contou com a presença do Ministro do Ambiente e da Acção Climática, João Pedro Matos Fernandes.

PUBLICIDADE

Manuel Tibo começou por lembrar a «falta de segurança nos miradouros e cascatas», onde considera «urgente intervir», o que poderá acontecer ao abrigo de um protocolo assinado esta sexta-feira no âmbito do “Projecto de Melhoria das condições de visitação nos cinco Municípios do Parque Nacional da Peneda-Gerês”.

Além disso, destacou, Terras de Bouro tem «grandes dificuldades no abastecimento de água». «Temos dois rios, mas continua a faltar água nas nossas casas e não temos segurança na rede», explicou.

O autarca abordou ainda a problemática da falta de saneamento básico, com a existência de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) «obsoletas» e «derrames para os rios».

«É necessário também um olhar urgente para a revisão do Plano de Ordenamento da Albufeira da Caniçada. É importante reflectir sobre as problemáticas e o que todos podemos fazer pela melhoria do Parque Nacional da Peneda-Gerês», frisou.