BRAGA -
CDU Braga quer solução “urgente” para sede da Associação de Motoristas Aposentados dos TUB  

A vereadora da CDU defendeu esta quinta-feira a urgência em encontrar um novo espaço para acolher a Associação de Motoristas Aposentados dos TUB  – Transportes Urbanos de Braga TUB (ASMOTAP), prometendo levar a questão a reunião de Executivo. Em causa está a necessidade de abandonar a ala nascente do Museu dos Biscainhos, onde a Câmara de Braga a instalou em 2011, para que esta possa ser anexada ao museu e devidamente requalificada.

Confrontada com a inexistência de uma alternativa à vista a mudança de sede, a vereadora da CDU Bárbara Barros defendeu que “é urgente” que se encontre um espaço para instalar aquela associação, “sob pena de, por um lado, se obstaculizar a necessária intervenção deste conjunto monumental no que diz respeito aos prazos dos fundos comunitários para o efeito, e, por outro, se provocar a extinção de uma associação sócio cultural que devemos todos ter o interesse também de manter viva e activa”.

Para  a recém-anunciada candidata à presidência da autarquia “não há dúvidas que o interesse do município de Braga deve ser o de fazer os possíveis por se envolver na resolução desta questão” pelo que anunciou que já na próxima segunda-feira, na reunião do Executivo municipal, levantará esta questão.

PUBLICIDADE

 “Qualquer desfecho que não envolva a efectivação das obras previstas no Museu dos Biscainhos e a instalação da ASMOTAP num espaço temporário, até poder finalmente funcionar nas instalações da TUB – como o projecto de requalificação das instalações desta empresa municipal prevê – significará um cenário inaceitável”, adiantou.

Sobre encontrar um espaço alternativo temporário, capaz de enquadrar a manutenção da actividade da ASMOTAP bem como do seu grupo musical, Bárbara Barros lembra a garantia que o actual presidente da Câmara, Ricardo Rio, deixou numa visita realizada a esta associação em Fevereiro de 2014, de que “faria tudo ao seu alcance para que esta associação dispusesse de novas instalações, inclusivamente mais condignas para o desenvolvimento das suas acções”.

Para Bárbara Barros, “é inegável o papel que esta associação tem na ocupação dos tempos livres, de forma activa e num espírito de comunidade e solidariedade” entre os trabalhadores e antigos trabalhadores da TUB, empresa municipal. 

Ao mesmo tempo, para a vereadora da CDU, “o município tem um papel decisivo na valorização do tecido associativo do concelho, e um acrescido no que diz respeito a esta associação, quer pelo facto de se tratarem de trabalhadores municipais reformados, quer pela estreita colaboração que mantêm com a Câmara Municipal, quer pelo interesse em resolver esta questão o quanto antes”.

 

Legenda: Associação ocupa espaço no Museu dos Biscainhos desde 2011