TERRAS DE BOURO -
Centro de Solidariedade Social de Valdozende quer substituir equipamento básico e informático

O Centro de Solidariedade Social de Valdozende (CSSV) quer substituir o equipamento básico e informático que possui, anunciou esta quarta-feira a instituição, que dinamiza as valências de Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI), Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), Centro de Dia, Pré-Escolar, Centro de Actividades de Tempos Livres e Creche. Para isso, está «já a proceder à execução de uma candidatura. Trata-se da Tipologia em Infraestruturas e equipamentos sociais e de saúde, sendo a sua designação: Qualificação de ERPI, SAD, Centro de de Dia e Creche». No âmbito do Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020), Operação NORTE-07-4842-FEDER-000510», pode ler-se em nota enviada.

«No âmbito desta Operação, o CSSV pretende proceder à aquisição de um conjunto diversificado de equipamento básico e informático, substituindo algum já existente e que não se encontra nas melhores condições de utilização e assim adquirir outro considerado fundamental à melhoria da qualidade e bom funcionamento dos serviços prestados no âmbito das respostas sociais ERPI, SAD, Centro de Dia e Creche», explicam. 

Assim, a Instituição propõe-se a adquirir, «20 camas articuladas eléctricas com grades e colchões; 20 cadeirões relax; 40 colchas; 60 toalhas de rosto; 1 balcão de copa; 1 pia inox; 1 armário, 4 mesas de cabeceira; 7 mesas quadradas; 4 imobilizadores magnéticos de pulso; 4 imobilizadores magnéticos 4 imobilizadores pélvicos; 42 módulos fotovoltaicos; 4 PC ́s; 5 computadores portáteis; 1 frigideira; 1 fogão industrial; 1 máquina de lavar roupa; Instalação de ar condicionado em sala polivalente; Equipamento para Parque Infantil (1 módulo escorrega; 1 mola dupla; pavimento amortecedor); Mobiliário para Biblioteca (6 mesas duplas; 32 cadeiras; 1 mesa circular; 4 cadeiras estofadas; 4 sofás individuais; 4 estantes; 1 ecrã suspensão e 1 projetor); Mobiliário para Creche (32 cadeiras; 5 mesas circulares; 20 camas infantis empilháveis e 1 banca de mudas). Esta intervenção resulta, igualmente, da aprovação da candidatura submetida ao aviso».

PUBLICIDADE

A candidatura encontra-se em fase de execução, com início da operação a 1 de Abril de 2020, tendo esta sido aprovada a 13 de Agosto de 2020. 

«O investimento desta operação elegível totaliza o valor de 105.678,16€ (cento e cinco mil seiscentos e setenta e oito euros e dezasseis cêntimos), beneficiando de uma comparticipação financeira de 89.826,43€ (oitenta e nove mil oitocentos e vinte e seis euros e quarenta e três cêntimos)», acrescentam.