PAÍS -
Centros de Dia reabrem a 15 de Agosto

As IPSS podem reabrir a resposta social Centro de Dia a partir do dia 15 de Agosto. A reabertura das actividades de apoio social vai “concretizar-se de forma faseada”, indica em comunicado a CNIS.

A Confederação explica que é preciso ter em conta o “risco, ainda prevalecente, de contágio e propagação da Covid-19, bem como o facto dos utentes dos Centros de Dia constituírem um grupo particularmente vulnerável”.

Por isso, é preciso que sejam cumpridas as regras de segurança estipuladas pela Direcção-Geral da Saúde e pela Segurança Social.

PUBLICIDADE

O guião com essas orientações já foi enviado para as instituições de solidariedade social.

Assim, a reabertura dos Centros de Dia implica que o regresso dos utentes que integrem grupos de risco seja “previamente submetido a uma avaliação pelo médico assistente, ponderando risco e benefícios”.

As autoridades pedem “o respeito pelo distanciamento físico de cerca de dois metros entre os utentes e sugerem que, sempre que possível, sejam promovidas actividades no espaço exterior”.

O documento (aqui) apresenta um conjunto de recomendações, entre outras, medidas de etiqueta respiratória, higiene correcta das mãos, controlo ambiental ou actuação perante um caso suspeito.

Recorde-se que os Centros de Dia estavam suspensos por causa da covid-19 desde 16 de Março.

A CNIS reconhece que “a resposta social Centro de Dia assume-se como resposta fundamental para proporcionar bem-estar social, físico-motor, psicológico, promovendo a auto-estima das pessoas idosas”.

Para além do apoio directo prestado à pessoa idosa, a Confederação admite que “estas respostas revestem-se de particular importância no apoio aos cuidadores, tendo em conta as realidades sociais que o envelhecimento apresenta e que se prendem com o aumento da dependência, o isolamento e eventual exclusão por barreiras sociais e físicas”. Daí, sublinha, “a reabertura desta resposta social é fundamental”.