317 QUILÓMETROS EM TRÊS DIAS -
Ciclistas de Amares e Vila Verde foram a Santiago pelos caminhos primitivos

O grupo “BTT Sextas & Noites” composto por ciclistas de Amares e Vila Verde percorreram nos dias 31 de Maio, 1 e 2 Junho, os caminhos primitivos de Santiago com início na cidade Asturiana de Oviedo. Considerado um dos caminhos mais belos e também o mais difícil de todos, o percurso tem 317 km com um desnível de 8200 metros, 13 ciclistas propuseram-se a fazê-lo em apenas 3 dias tendo conseguido superar o objectivo.

O grupo saiu de Amares no dia 30 de Maio à noite rumo a Oviedo, fazendo os 500 km de automóvel. A aventura começou às sete da manhã, duas horas depois de terem chegado e quase sem dormir.

O primeiro dia teve 111 quilómetros e o grupo passou por Pico Hospital onde existem umas ruínas que serviam de refúgio aos peregrinos em dias de clima mais agreste ou para tratarem as feridas. O primeiro dia terminou na aldeia de Berducedo.

PUBLICIDADE

Os 106 quilómetros do segundo dia tiveram trilhos com paisagens únicas mas perigosos e com uma descida de uma grande altitude até à barragem de Grandas de Salime depois de passarem pela vila de Fonsagrada, a 1000 metros de altitude. «Nas Astúrias, os campos são verdejantes, há grandes zonas agrícolas onde se vêem milhares e milhares de vacas, onde as casas, tipicamente agrícolas, estão sempre abertas e com um povo muito afável e simpático», lembram os ciclistas que pernoitaram em Galega de Lugo.

O último dia, mais fácil, os 100 quilómetros tiveram «trilhos espectaculares», com muitas subidas mas com uma dificuldade incomparavelmente inferior. À medida que se aproximaram de Santiago, o número de peregrinos ia aumentando.

«A chegada à Catedral de Santiago foi muito emotiva e a alegria era evidente. Foi uma grande aventura, com uma união e espírito de ajuda muito grande. Convivemos com pessoas de muitas nacionalidades e aproveitamos para deixar uma marca positiva da nossa região e dos nossos Concelhos».