BRAGA

BRAGA -
Comunistas querem programa inclusivo de férias para crianças com necessidades especiais nas escolas de Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A CDU apresenta na próxima da reunião do executivo municipal de Braga uma proposta de criação, “com urgência”, de um programa inclusivo de ocupação das férias grandes e pausas lectivas, com o devido reforço de recursos humanos para acompanhamento de crianças e jovens com deficiência ou necessidades específicas de apoio à inclusão.

A recomendação ao executivo, a cargo da vereadora comunista, Bárbara Barros, surge na sequência das conclusões do encontro que a deputada municipal da CDU, Sandra Cardoso, com um grupo de pais de crianças e jovens com deficiência ou com necessidades específicas e que frequentam diferentes escolas do concelho.

PUBLICIDADE

No encontro, segundo Sandra Cardoso, foram reveladas as dificuldades destes pais em encontrar soluções para que os seus filhos participem e integrem os tradicionais programas de férias e ocupação dos tempos livres.

“(…) Não encontrando respostas, estas crianças e jovens ficam entregues única e exclusivamente à responsabilidade das suas famílias, impedindo a conciliação das atividades profissionais dos mesmos com o período das interrupções lectivas”, refere.

A CDU pretende também que a maioria PSD/CDS/PPM/Aliança desenhe “programas inclusivos com actividades diversificadas, transporte e refeições para as crianças e jovens nelas participantes, independentemente das suas características individuais, da sua responsabilidade ou em parceria com agrupamentos de escola e/ou outras entidades”, além de “apoio total ou parcialmente, de acordo com os rendimentos das famílias, os custos destas actividades”.

“Impõe-se, com urgência, uma resposta pública que promova, em condições de igualdade, a participação de todas as crianças em actividades lúdicas, recreativas, culturais, desportivas e de lazer”, frisa a proposta.

Apesar de valorizar “os importantes avanços que se têm dado no reconhecimento dos direitos das pessoas com deficiência na legislação em diferentes domínios”, CDU sublinha defende “a necessidade de uma nova política que ponha fim ao reiterado incumprimento de muitos destes direitos, de forma a assegurar a tão proclamada igualdade de oportunidades a todos e a cada um dos cidadãos do nosso país”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS