EDIÇÃO IMPRESSA – Condenado por vigarizar comerciantes em compras fictícias em Amares e em Vila Verde

EDIÇÃO IMPRESSA –
Condenado por vigarizar comerciantes em compras fictícias em Amares e em Vila Verde

Vigarizou dois comerciantes que atraiu a Amares e a Vila Verde para lhes comprar mercadoria. Ficava com os produtos e fugia sem pagar. Num dos casos furtou objectos no valor de 28 mil euros e noutro jóias, que valiam 54 mil.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Janeiro, nas bancas.