CULTURA - “Dos Suicidados – O Vício de humilhar a imortalidade” amanhã no Theatro Circo

CULTURA -
“Dos Suicidados – O Vício de humilhar a imortalidade” amanhã no Theatro Circo

“Dos Suicidados – O Vício de Humilhar a Imortalidade” é o espectáculo de dança contemporânea de Joana Von Mayer Trindade e Hugo Calhim Cristovão que o Theatro Circo apresenta esta quinta-feira, 27 de Junho, pelas 21h30.

Os ingressos têm o custo de 10 euros (com cartão quadrilátero 5 euros) e estão disponíveis em www.theatrocirco.bol.pt, na bilheteira do Theatro Circo e locais habituais.

ESPECTÁCULO

PUBLICIDADE

Através de uma pesquisa coreográfica intimamente ligada à filosofia e à literatura, depois de se terem debruçado sobre a obra de José Régio e Almada Negreiros, os autores criam, agora, um espectáculo com base no trabalho de outro escritor português, Raul Leal.

«Partimos do Raul Leal de “Sodoma Divinizada” e de “O Anticristo”, que contrapõe à metafísica da Saudade a “Vertigem”, o “manifestar-se puro, berrante, evidente, bestial de Deus” como força motriz do que se configura como uma Apolytrosis, estética e vital», explicam, em nota enviada.

JOANA VON MAYER TRINDADE E HUGO CALHIM CRISTOVÃO

Joana Von Mayer Trindade e Hugo Calhim Cristovão são co-fundadores do grupo de pesquisa NuIsIs ZoBoP (2004) e criadores de: “She Will Not Live”, “VELEDA”, “ZOS (She Will Not Live)”, “Meninas”, “Nameless Natures”, “O céu é apenas um disfarce azul do inferno”, “Da insaciabilidade no caso ou ao mesmo tempo um milagre”, apresentado na edição de 2017 do Festival DDD – Dias da Dança, e “Mysterium Coniunctionis”, apresentado no âmbito do ciclo “Palcos Instáveis”, em Setembro de 2017.

WORKSHOP DE DANÇA

No sábado, 29 de Junho, na Arte Total, Joana von Mayer Trindade e Hugo Calhim Cristovão vão desenvolver um workshop de dança, que terá por base a exploração e confronto do universo de Raul Leal.

«Em particular, os conceitos de blasfémia, escatologia, revelação, morte, pecado, queda e vertigem. O ‘manifestar-se puro, berrante, bestial”. O modo como estes conceitos se podem resolver, confrontar, (re)improvisar por via do corpo, pelo prazer, pelo excesso. Pelo vício de humilhar a imortalidade.», explicam.

O workshop tem uma duração de 6 horas e destina-se a estudantes e profissionais de dança e teatro com idade igual ou superior a 16 anos. As inscrições para o workshop podem ser feitas até 28 de Junho através do email [email protected] ou na Bilheteira do Theatro Circo.