EDIÇÃO IMPRESSA -
Em entrevista, Nuno Oliveira, Director Executivo do ACeS Gerês/Cabreira afirma: «Acreditamos que estamos preparados para responder a uma segunda vaga da Covid-19»

Lidar com o desconhecido, com cenários imprevisíveis e necessidade de dar respostas eficazes. A pandemia colocou «desafios extraordinários» aos profissionais de saúde e obrigou a uma profunda reestruturação dos serviços, nomeadamente no Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Gerês/Cabreira, que abrange os Concelhos de Amares, Terras de Bouro, Vila Verde, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho. Em entrevista ao jornal “O Amarense”, o Director Executivo deste ACeS, Nuno Oliveira, aborda as dificuldades e olha o futuro, mostrando-se convicto que as estruturas de saúde estarão preparadas para uma eventual segunda vaga de Covid-19 e para o surto da gripe normal. 

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Setembro de 2020, nas bancas.