AMBIENTE –

AMBIENTE – -
Emissões poluentes em todo o mundo vão atingir novo máximo histórico este ano

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

As emissões poluentes vão atingir um novo máximo histórico este ano e deverão voltar a bater um recorde em 2020. A subida deste ano deve-se principalmente à China.

Espera-se que as emissões de combustíveis fósseis e indústria atinjam 36,81 mil milhões de toneladas de dióxido carbono (CO2) até ao final deste ano, um aumento de 0,24GtCO2 (0,6%) em relação aos níveis de 2018, de acordo com as últimas estimativas do Global Carbon Project (GCP) e divulgadas pela ONG Carbon Brief.

Este aumento deve-se principalmente ao crescimento dos níveis de produção industrial na China, numa altura em que o uso de carvão em algumas potências económicas como a Alemanha, França e Inglaterra, tem estado em declínio.

Os investigadores do GCP antecipam que “é provável um aumento adicional das emissões em 2020”, à medida que o consumo global de gás natural continue a “crescer” em linha com a dependência do petróleo.

Apesar do rápido aumento na procura e da queda nos custos de produção das fontes renováveis em muitas partes do mundo, a maioria dos aumentos pela procura de energia continua ser respondida pelos combustíveis fósseis. Por exemplo, o gás atendeu a cerca de dois quintos do aumento da procura em 2018, contra apenas um quarto das energias renováveis.

No que toca às emissões provocadas por humanos, a GCP antecipa que aumentem 1,3%. Este aumento será provocado pela exploração na terra, nomeadamente pela desflorestação que também atingiu novos máximos este ano. Embora o uso da terra represente apenas cerca de 14% do total de emissões de 2019, contribuirá com mais de metade do aumento de emissões em 2019.

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS