COVID-19 -
Empresas do Minho com máscaras certificadas pelo Citeve

A directora-geral da Saúde anunciou que já estão a venda online as primeiras máscaras de uso comunitário reutilizáveis certificadas pelo Centro Tecnológico das Indústrias do Têxtil e do Vestuário (Citeve).

Das 11 empresas testadas e validadas, apenas cinco, no que respeita a máscaras reutilizáveis, constavam ao fim da tarde de quinta-feira na lista do Citeve. Entre estas, duas delas com sede no Minho: uma de Barcelos, a Quotidiandivertisy, e a outra, a Digit All, de Guimarães.

PUBLICIDADE

Já no que de refere a máscaras de utilização única constam a Têxtl Lobo, de Barcelos, e a Vieira Pocargil, da Póvoa de Lanhoso.

No conjunto produzem máscaras clínicas tipo I (para profissionais de saúde), profissionais (de nível 2) e de uso geral (de nível 3).

As máscaras de nível 2 destinam-se a profissionais que, não sendo da área da saúde, estão em contacto com um elevado número de pessoas. Este material apresenta uma capacidade de filtragem de partículas de 90%.

As máscaras de uso geral, ou máscaras comunitárias (nível 3) têm uma capacidade de retenção de partículas de 70%.