TERRAS DE BOURO –  Entrega de Medalha de Honra a José Araújo marca Dia do Município

TERRAS DE BOURO –
Entrega de Medalha de Honra a José Araújo marca Dia do Município

A Câmara de Terras de Bouro entregou este sábado a Medalha de Honra a título póstumo ao antigo presidente da autarquia, José António de Araújo, falecido em Dezembro de 2016. Para o autarca Manuel Tibo, trata-se de uma «mais do que justa homenagem» a «um homem que deu muito a Terras de Bouro».

A autarquia terrabourense decidiu também atribuir o nome do antigo presidente da Câmara, que exerceu essas funções entre 1979 e 2001, à Praça de Espectáculos, junto aos Paços do Concelho, que passa agora a ser Praça José António Araújo.

PUBLICIDADE

«Como me sinto orgulhoso de ocupar o cargo que outrora pertenceu a tão ilustre terrabourense», frisou o presidente da Câmara, visivelmente emocionado, antes de entregar a Medalha de Honra à viúva de José Araújo.

Animada pelo Orfeão de Terras de Bouro, a cerimónia de evocação do antigo autarca contou com intervenções de António Afonso, Parcídio Summavielle, Frei Bernardo Domingos e José Viriato Capela, que privaram de perto com José Araújo.

Em nome da família, a filha, Sandra Araújo Monteiro, deixou «um profundo e sincero agradecimento» pela recordação da memória de alguém que ajudou a construir «um legado que a todos deve orgulhar».

O sucessor de José Araújo na presidência da Câmara de Terras de Bouro, António Afonso, lembrou as «batalhas» que o seu «amigo, mestre, conselheiro e orientador político» travou enquanto autarca no desenvolvimento do concelho.

«A primeira foi a abertura permanente da fronteira da Portela do Homem, que o fez lutar contra pessoas que, como ele dizia, queriam transformar Terras de Bouro numa reserva de índios», destacou.

Lembrou ainda mais duas batalhas: a participação do Município na gestão do Parque Nacional da Peneda-Gerês e a «exigência que sempre colocou no contrato das águas termais do Gerês, a luta que mais o desgastou».

A entrega da Medalha de Honra de Terras de Bouro a José Araújo foi aprovada por unanimidade pelo anterior executivo municipal, já liderado por Luís Teixeira, após proposta dos então vereadores da oposição António Afonso e António Cunha.

Nessa ocasião, Afonso sugeriu que a medalha fosse entregue no dia 22 de Dezembro de 2017, no âmbito da comemoração do primeiro aniversário de falecimento do antigo autarca, numa cerimónia promovida pela Santa Casa da Misericórdia de Braga e um grupo de amigos de José Araújo, algo que o actual executivo terrabourense não aceitou.

«Jamais aceitaria entregar a Medalha de Honra municipal noutro local que não em Terras de Bouro», disse Manuel Tibo.

A homenagem foi integrada no Dia do Município. Este sábado, o concelho de Terras de Bouro celebra 504 anos da outorga da Carta de Foral às “Terras de Boyro” pelo Rei D. Manuel II.