TURISMO - Especialistas em turismo de toda Europa reúnem-se no Fórum Internacional de Turismo de Fronteira em Braga

TURISMO -
Especialistas em turismo de toda Europa reúnem-se no Fórum Internacional de Turismo de Fronteira em Braga

A Semana de Turismo de Fronteira Europeu que se realiza em Braga entre 30 de Maio e 2 de Junho ultima os preparativos dos seus dois eixos fundamentais: o I Fórum Internacional de Turismo de Fronteira Europeu e a V feira de turismo de proximidade, Expocidades.

Segundo a organização, já confirmaram a presença especialistas em turismo de toda a Europa que abordam questões como o diagnóstico e o desenvolvimento de um plano estratégico de turismo de fronteira; o efeito da fronteira no desenvolvimento de turismo e a confluência com programas europeus de turismo nos seus diferentes âmbitos (patrimonial, histórico, natural ou cultural).

Também são analisadas as experiências de outras fronteiras europeias com uma revisão às denominadas “boas práticas” em países como Estónia, Grécia, Hungria, República Checa ou Roménia através dos sócios do Eixo Atlântico no projecto europeu EPICAH liderado pela entidade transfronteiriça.

PUBLICIDADE

EPICAH é um grupo de trabalho formado por 8 regiões fronteiriças europeias, que têm vindo a reflectir e analisar propostas para a preservação do património e o seu aproveitamento turístico, desde há dois anos.

DESTINO FRONTEIRA

Em paralelo, o Eixo Atlântico lidera o projecto Destino Frontera, onde estão representados integrantes da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças, RIET, que identifica fontes para o desenvolvimento económico e o repovoamento da fronteira baseado num turismo sustentável centrado no património natural, cultural e monumental da totalidade da fronteira luso-espanhola.

Em ambos os casos, o novo conceito de Turismo de Fronteira é uma evolução do conceito ‘Dois países, um Destino’ que nasceu na euro-região Galiza – Norte de Portugal, promovido pelo Eixo Atlântico há uns anos e que se está a estender a outras fronteiras europeias.

Este conceito, também desenvolve uma estratégia baseada na preservação do património natural e cultural dos territórios de fronteira para o seu aproveitamento económico através de um turismo sustentável. A ideia que promove é a de convidar as pessoas que percorram a fronteira e que não se limitem a atravessá-la, pois são muitas vezes territórios com uma grande riqueza histórica, cultural e natural.

A participação no I Fórum Internacional de Turismo de Fronteira Europeu, ainda que gratuita, requer inscrição prévia. Pode ser realizada através da página web do Eixo Atlântico, www.eixoatlantico.com, até ao próximo dia 13 de Maio ou até se esgotar a lotação da sala, limitado a 200 pessoas, para garantir a qualidade do debate entre os assistentes.

EXPOCIDADES

O primeiro Fórum de ‘Turismo de Fronteira Europeu’ será a ante-sala da realização da V edição da Feira de Turismo de Proximidade do Eixo Atlântico, Expocidades.

Na Expocidades, localizada no centro da cidade, na Praça da República, podem percorrer-se num único espaço a diversidade da oferta das cidades que integram o Eixo Atlântico, os seus atractivos, a sua cultura, património e gastronomia.

O acesso à Expocidades é gratuito.