PAÍS -
Estado de Emergência durará o tempo que for «necessário»

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, falou esta noite ao País, tendo decretado o novo período do Estado de Emergência, com início às 00h do dia 24 de Novembro, próxima terça-feira, até 8 de Dezembro. «O que temos de dar como certo é que o Estado de Emergência dure o que for necessário», notou.

Marcelo Rebelo de Sousa admitiu ainda que o País poderá sofrer uma terceira vaga, entre os meses de Janeiro e Fevereiro.

«É provável que uma terceira vaga possa surgir entre Janeiro e Fevereiro», disse, acrescentando, mais à frente, ser «fundamental tentar conter a pandemia em Dezembro».

PUBLICIDADE

De recordar que o Parlamento aprovou na manhã desta sexta-feira a renovação do Estado de Emergência, com os votos favoráveis do PS, PSD e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues (ex-PAN). Bloco de Esquerda, CDS e PAN abstiveram-se. PCP, Chega, Iniciativa Liberal e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira (ex-Livre) votaram contra.

As medidas que dão corpo ao novo Estado de Emergência serão anunciadas este sábado pelo Governo.