OPINIÃO

OPINIÃO -
Exposição solar e cuidados a ter

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Artigo de Marta Natário Baptista e Sara Daniela Sousa, 

Médicas Internas de Medicina Geral e Familiar, na USF Vida+, Centro Saúde de Vila Verde.

 

PUBLICIDADE

Diariamente estamos expostos à luz solar e, como tal, há cuidados essenciais para prevenir os efeitos da radiação solar na pele. A luz solar é composta por 3 tipo de radiações ultravioleta (UV): UV-A, que chega na sua totalidade à superfície terrestre; UV-B, é parcialmente absorvida pela atmosfera e a que atinge a superfície terrestre é responsável por danos de pele; UV-C, não atinge a superfície terrestre, é absorvida pela atmosfera.

Assim, as radiações UV-A e UV-B são as principais responsáveis por alterações quer a nível da pele quer a nível ocular. Através da reorganização dos componentes dérmicos, levam à ao fotoenvelhecimento: a pele torna-se enrugada, seca, de cor amarelada, com menor elasticidade e maior flacidez; aparecendo manchas brancas ou mais escuras, as hiperpigmentações. 

Todas estas lesões aumentam a probabilidade de desenvolver cancro da pele e em cerca de 90% dos casos, a exposição solar excessiva é a causa.

Cuidados a ter diariamente e, em especial atenção, nos dias de maior exposição solar ou de alerta de radiação solar muito intensa:

  • Evitar o excesso de exposição solar, principalmente nas horas de maior calor (11h às 16h30);
  • Utilizar fator de proteção solar (SPF/FPS) maior ou igual a 30;
  • Aplicar o protetor solar antes da exposição solar (15 a 30 minutos) antes da exposição solar e repetir a aplicação a cada 2 horas ou após contacto com a água;
  • Não esquecer de proteger os lábios, orelhas e o dorso das mãos;
  • Estamos expostos a radiação UV mesmo debaixo de um guarda-sol, 3 horas à sombra equivale a cerca de 1 hora de exposição direta, pelo que devemos manter a reaplicação de proteção solar;
  • Usar óculos de sol, chapéu e vestuário adequado;
  • Aumentar a ingestão de água, mesmo que não tenha sede.

Como escolher o seu Protetor solar?

  • FPS maior do que 30, no caso de peles muito claras ou proteção facial deve optar pelo FPS 50;
  • Deve cobrir radiação UV-A, UV-B e Infravermelhos;
  • Na cara, deve aplicar o protetor diariamente, bem como o pescoço e outras zonas expostas;
  • O protetor facial deve também conter pigmento, ou seja, protetor com cor, para efetuar uma segunda barreira aos raios solares;
  • Pode e deve escolher protetores adequados ao seu tipo de pele: seca, oleosa ou mista, disponíveis em Farmácia;
  • Para reaplicar o seu protetor facial ao longo do dia ou após maquilhagem, pode optar pelas brumas protetoras, pois são de fácil aplicação e práticas para o dia-a-dia. Não devem ser usadas no contexto de exposição solar continuada como praia ou piscina.

Podemos desfrutar do sol, mas devemos fazê-lo de uma forma segura, sem colocarmos a nossa saúde em risco!

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS