BRAGA -
Festa de Halloween do Meliá Braga gera indignação nas redes sociais

A Festa de Halloween do Meliá Braga, este sábado, está a gerar uma onda de críticas e indignação nas redes sociais apesar da unidade hoteleira ostentar o selo Clean & Safe que atesta o cumprimento das medidas de segurança covid-19.

Entre a perplexidade e o repúdio, as redes sociais apontam ao hotel de cinco estrelas “irresponsabilidade” ao organizar um evento quando a pandemia covid-19 atinge proporções “muito graves” em Portugal, sobretudo no Norte.

Há mesmo quem fale em dois pesos e duas medidas. “Como se compreende que um hotel organize uma festa com bailarico noite dentro quando as discotecas estão fechadas?!”, lê-se num post no Instagram ilustrado com o cartaz que promove a festa.

PUBLICIDADE

Outro internauta recorda que o Mélia Braga, do Grupo Hoti Hotéis, foi construído pela Britalar SA, que tem em António Salvador, presidente do SC Braga, o sócio maioritário, e cuja empresa é também parceira do espaço.

“O dinheiro e o compadrio falam mais alto que a saúde pública”, atira.

“A DGS diz que os ajuntamentos com mais de 10 pessoas estão proibidos, mas deve isso deve ser só para os pobres!!!..”, escreve outro internauta.

“(…) ganda pontaria!!!! Fazer a festa no dia em Marcelo vai anunciar o estado de emergência”, lê-se noutro post, uma referência à data em que o Governo reavalia a situação pandémica e é quase certa declaração do estado de emergência.

“Como muitos bracarenses se viram impossibilitados de viajar pelo país nesse fim-de-semana, o Meliá Braga Hotel & Spa sugere ainda um programa completo, com estadia, para que as famílias do concelho possam desfrutar de um fim-de-semana relaxante, fora de casa. O Hotel propõe assim uma noite de alojamento com pequeno-almoço incluído, cocktail alusivo ao Halloween no Bar Bracara e o jantar temático, com música ao vivo”, publicita em comunicado a unidade hoteleira para a noite “mais assustadora do ano”.