BRAGA -
“Fórum Socialismo” regressa este sábado em Braga

O Bloco de Esquerda promove este sábado, 28 de Agosto, em Braga, o Fórum Socilismo”, um espaço «aberto de discussão e de ideias, que junta activistas, militantes, investigadores e representantes de lutas diversas e causas centrais para o país e para o mundo». Repartidos entre Braga (dia 28) e Almada (dia 29), são dois dias de plenários e sessões sobre «economia, história, serviços públicos, cultura e política». O Fórum Socialismo é organizado de forma a «respeitar todas as regras de segurança sanitária».

As aberturas do evento estarão a cargo das deputadas Alexandra Vieira (Braga) e Joana Mortágua (Almada), apresentando as propostas e programas para cidades que se «mobilizem pelo direito à habitação, a justiça climática e uma urgente resposta à crise».

EM BRAGA – SÁBADO

PUBLICIDADE

Em Braga, na Escola Secundária D. Maria II, os trabalhos contarão com a participação, entre outros, da eurodeputada Marisa Matias, numa sessão sobre a actual política europeia, do médico psiquiatra e professor da Universidade do Minho, Pedro Morgado, que abordará os modelos públicos para o tratamento da saúde mental, e do ex-director da Biblioteca Pública de Braga, Henrique Barreto Nunes, numa sessão dedicada à vida e obra do combatente antifascista Víctor de Sá. O dia encerra com uma sessão plenária intitulada “como nos preparamos para as novas pandemias”, que contará com a participação do deputado Moisés Ferreira e do médico epidemiologista e director do Instituto de Saúde Pública do Porto, Henrique Barros.

EM ALMADA – DOMINGO

Os trabalhos prosseguem no domingo, em Almada, na Escola Secundária de Cacilhas-Tejo. A deputada Mariana Mortágua e o líder parlamentar do Bloco, Pedro Filipe Soares, falarão, respectivamente, sobre as raízes da crise e as decisões necessárias para o combate ao crime de enriquecimento injustificado.  O tema dos direitos das pessoas com deficiência será abordado pela deputada Diana Santos e os 50 anos do 25 de Abril animarão a sessão com os historiadores Fernando Rosas e Miguel Cardina. O investigador Rui Borges trará ao Fórum Socialismo uma parte da história sobre a relação entre a ciência e o marxismo.

Neste último dia, a coordenadora nacional do Bloco, Catarina Martins, fará o encerramento do Fórum Socialismo 2021, a partir das 17h30.

OUTRAS INTERVENÇÕES

O Fórum Socialismo 2021 conta com intervenções de inúmeros outros dirigentes bloquistas, investigadores e activistas, versando diversos temas, entre os quais: José Soeiro (como travar os despedimentos?), Mariana Carneiro (o que está a acontecer em Cabo Delgado?), Mafalda Araújo (trabalho reprodutivo), Isabel Pires e Ricardo Moreira (o futuro do clima decide-se nas ruas das cidades), Manuel Grilo e Deolinda Martin (desconstruir a municipalização das escolas), Maria José Araújo e Hugo Monteiro (uma educação emancipatória), Carolina Gomes e Beatriz Realinho (políticas para o interior), Nelson Peralta (lítio, o que fazer?), José Gusmão (plano de recuperação, para quê e para quem?), Fabíola Cardoso (lutas LGBTI+), José Maria Cardoso e Filipa Gonçalves (as autarquias na resposta à crise), Ricardo Vicente (política agrícolas e soberania alimentar), Luís Fazenda (mundo pós-trumpismo), Maria Manuel Rola e Vasco Barata (direito à habitação), Francisco Louçã (é tempo de parar Zuckerberg) e Luís Leiria (América Latina).