ACTIVIDADE OPERACIONAL -
GNR deteve 369 pessoas em flagrante delito durante a última semana

A GNR realizou, para além da sua actividade operacional diária, um conjunto de operações em todo o território nacional, entre os dias 2 e 9 de Julho. Estas acções visaram, entre outras situações, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contra-ordenacional, tendo sido detidas em flagrante delito 369 pessoas no decorrer das mesmas.

Desse total, 153 foram detidos por condução sob o efeito do álcool, 100 por condução sem habilitação legal, 22 por tráfico de estupefacientes, 10 por furto e roubo, oito por posse ilegal de armas, seis por violência doméstica, três por falsificação de notação técnica, dois por detenção de armas proibidas e um por incêndio florestal.

Durante as operações foram também apreendidas 2.516 doses de haxixe, 284 doses de heroína, 275 doses de óleo de cannabis, 117 doses de cocaína, 67 doses de cannabis, 20 pés de cannabis, oito armas de fogo, 11 armas brancas, 101 munições de diversos calibres, três veículos, 85 mil cigarros, 2.691 quilos de pescado, 1.570 quilos de bivalves e 900 euros em numerário.

PUBLICIDADE

Ao nível do trânsito, foram detectadas 7.928 infracções ao longo da fiscalização, destacando-se, 2.794 excessos de velocidade, 363 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 347 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização, 345 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 303 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 283 relacionadas com tacógrafos, 264 por falta de inspeção periódica obrigatória e 207 por falta de seguro de responsabilidade civil.