REGIÃO -
Investigadores vigiam esgotos do Hospital de Guimarães para prever segunda vaga de covid-19

O Hospital de Guimarães participa num projecto de investigação que vigia os esgotos de cerca de dois milhões de portugueses para detectar a presença do novo coronavírus e antecipar uma segunda vaga da doença.

Segundo o Jornal de Notícias, o projecto de investigação foi lançado em Abril e já está a analisar águas de cinco ETAR localizadas em Lisboa, Cascais, Gaia e Guimarães.

PUBLICIDADE

Também as efluentes dos hospitais Curry Cabral, em Lisboa, Santos Silva, em Vila Nova De Gaia, e Senhora da Oliveira, em Guimarães, estão a ser monitorizadas.

Esta vigilância pode ser alargada a mais centros hospitalares.

O objectivo do projecto é num futuro próximo usar uma ferramenta digital para dar informação em tempo real às autoridades de saúde.

Os doentes de covid-19 não só expulsam o vírus pelas vias respiratórias como também pelo intestino, de forma que suas fezes contêm restos do vírus, inclusive semanas depois de a pessoa ter se recuperado, indo toda esse RNA viral pelos esgotos até às centrais de tratamento de águas fecais