AMARES -
Julgamento do caso da droga termina esta quarta-feira com as alegações finais do MP e da defesa

O Tribunal de Braga conclui, esta quarta-feira, o julgamento de 16 pessoas, cinco delas de Amares, acusadas de tráfico de droga. Ao que “O Amarense” apurou, a maioria dos defensores dos arguidos vai pedir, nas alegações finais, que seja aplicada uma pena, mas suspensa na sua execução, para os principais arguidos.

Conforme o nosso jornal tem noticiado, o grupo foi acusado pelo Ministério Público do Tribunal de Braga de traficar droga em Amares, Terras de Bouro, Vila Verde, Braga, Póvoa de Lanhoso, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Famalicão e Porto.

PUBLICIDADE

A acusação diz que vendiam cannabis (resina), heroína, cocaína e MDMA, para consumo ou revenda.

A investigação foi feita pelo NIC (Núcleo de Investigação Criminal) da GNR da Póvoa de Lanhoso que procedeu a dezenas de escutas telefónicas e a vigilâncias, com captação de imagens.

A GNR apreendeu quatro carros, telemóveis, “tablets”, computadores, drogas, dinheiro, munições e artefactos ligados ao tráfico. O MP quer que sejam declarados como perdidos a favor do Estado.