AMARES -
Misericórdia de Amares recolhe material ortopédico para ser recuperado

A Santa Casa da Misericórdia de Amares é uma das instituições onde vão ser recolhidos materiais ortopédicos que posteriormente serão reparados e certificados pelo Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), foi esta segunda-feira anunciado.

Promovido pela Junta de Freguesia da Cordinhã, no concelho de Cantanhede, este é um projecto que visa a recuperação e reutilização de equipamentos ortopédicos e geriátricos para combater o desperdício e torná-los mais acessíveis à população.

PUBLICIDADE

«Professores e investigadores do Departamento de Mecânica e de Electrotécnica do ISEC irão avaliar e, se for o caso, reparar toda a parte eléctrica e mecânica dos produtos, para que, posteriormente, possam ser reutilizados e entregues a pessoas com dificuldades locomotoras», explica o presidente do ISEC, Mário Velindro.

O projecto (FLIP Cordinhã) foi desenvolvido no âmbito do programa JUNTAR+, que visa a implementação de soluções locais de economia circular, promovido pelo Ministério do Ambiente e Transição Energética.

Actualmente, existem três pontos de recolha: sede da Junta de Freguesia da Cordinhã (Cantanhede), Estrutura Residencial para Idosos de Vila Viçosa (Évora) e a Santa Casa da Misericórdia de Amares.

Nestes locais, podem ser entregues materiais ortopédicos e geriátricos para que sejam higienizados, recuperados e, posteriormente, vendidos.