JUSTIÇA -
MP acusa farmacêutico de violar namorada durante o sono em Braga

O Ministério Público (MP) acusou um farmacêutico de 47 anos de violação e violência doméstica sobre a namorada em Braga, avançou o Correio de Manhã.

Segundo aquele jornal, o suspeito controlava todos os passos de vítima, com quem namorou dois meses, e é mesmo suspeito de a violar quando esta dormia

O MP defende que o homem controlava as contas das redes sociais e o telemóvel da vítima, com quem namorou dois meses. Ligava-lhe várias vezes para controlar todos os seus movimentos.

PUBLICIDADE

Mesmo depois da separação, o farmacêutico continua a manter uma postura violenta e a perseguir a ex-namorada.

O periódico adianta que o homem foi de início acusado apenas de maus-tratos, mas a juíza entendeu que estava também em causa o crime de violação.

O arguido recorreu para o Tribunal da Relação de Guimarães, que não lhe deu razão, e vai ser agora julgado no Tribunal de Braga por violação e violência doméstica.