CASO (Futebol) - MP investiga saco azul de 2,5 milhões no Braga para pagar o silêncio de um jogador e… bruxos

CASO (Futebol) -
MP investiga saco azul de 2,5 milhões no Braga para pagar o silêncio de um jogador e… bruxos

Segundo o Jornal de Notícias o Ministério Público está a investigar a existência de um alegado ‘saco azul’ na SAD do SC Braga que serviria para encobrir práticas ilícitas.

São elas, e citando o JN, 13 facturas falsas, comissões de transferências de jogadores, pagamento para encobrir o silêncio do guarda-redes Cássio e um casal de bruxos, entre outras rubricas.

PUBLICIDADE

Neste particular, referir que não é a primeira vez que o nome do guardião brasileiro surge associado a polémicas – em Dezembro de 2017, foi noticiado que Cássio estaria a ser investigado pela PJ por supostamente ter sido aliciado pelo Benfica para entregar o jogo contra o Rio Ave.

A abertura do inquérito-crime surgiu na sequência de uma denúncia. Ao JN, a PGR confirmou a instauração “de um processo no Departamento de Investigação e Ação Penal de Braga”.

Confrontada com estas informações, a SAD do Braga atribuiu tudo a uma espécie de ajuste de contas e chantagem “por parte do ex-director-geral, João Gomes” que, de acordo com a fonte da SAD, “propôs sair do clube mediante o pagamento de 250 mil euros e de um Mercedes”.

[email protected]