AMARES -
Mudança de turno no lar da Misericórdia. Instituição agradece esforço e empenho das funcionárias

Esta sexta-feira marca a mudança de turno da equipa que se encontra em permanência na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) da Santa Casa da Misericórdia de Amares e a instituição quis marcar o dia com um agradecimento público a todas as funcionárias.

«A missão para doze colaboradoras da Santa Casa da Misericórdia de Amares que na última semana abdicaram de estar com a sua família, no conforto da sua casa, em prol do bem-estar, da segurança e protecção dos nossos idosos, termina hoje. Isto sim…, isto é que é estar na primeira linha», refere uma nota da Mesa Administrativa liderada por Álvaro Silva.

PUBLICIDADE

«Na primeira linha, não estão seguramente aqueles que diariamente vêm para as redes sociais e outros meios de comunicação capitalizar o esforço destas pessoas, dizendo que não há infecções nas IPSS do concelho, que dizem estar a dar o máximo apoio a estas instituições, quando na verdade e até ao presente momento não entregaram uma única máscara de protecção, não diligenciaram a realização de um único teste de despiste ao Covid-19 e, pior de tudo, nunca se disponibilizaram a dar uma palavra de alento de respeito pelo trabalho desenvolvido por estas pessoas. As acções ficam com quem as pratica», acrescenta.

Por isso, «torna-se imprescindível que a Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Amares venha agradecer e enaltecer este grupo de colaboradoras que permaneceram na última semana em isolamento profilático voluntário na Estrutura Residencial para Idosos».

«Prosseguiremos com um novo grupo, nesta caminhada difícil, etapa a etapa, com a convicção de que havemos de vencer esta luta», frisa.