EDIÇÃO IMPRESSA -
Na linha da frente do combate à Covid-19. Duas enfermeiras amarenses do Hospital de Braga partilham como tem sido viver nos últimos tempos

Aos 24 anos, Ana Isabel Rodrigues enfrentou o maior desafio da vida. Enfermeira no Hospital de Braga, viu-se colocada na linha da frente do combate à Covid-19, o que a fez trabalhar muitas horas seguidas e alterar rotinas e comportamentos para não ficar infectada nem infectar quem lhe é próximo.

Quando se começou a ouvir falar do vírus, ainda na distância da China, Liliana pensou que o problema estava longe. Quando a pandemia entrou em força e Espanha e Itália, o estado de espírito alterou-se, as dúvidas apoderaram-se e a vida mudou de um momento para o outro, com a agravante de se encontrar na linha da frente do combate à Covid-19, por ser enfermeira de anestesia no Bloco Operatório do Hospital de Braga.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Junho de 2020, nas bancas.

PUBLICIDADE