AMARES

AMARES -
Nova providência cautelar impede autarquia de proibir passagem de pesados na Rua de Santo Aleixo

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A empresa de reciclagem Bracicla apresentou uma nova providência cautelar para evitar que a Câmara de Amares proibisse a circulação de veículos pesados na Rua de Santo Aleixo e na Travessa do Monte Rabadas, entre Figueiredo e Prozelo, depois de a anterior ter sido recusada.

«Estava tudo pronto para colocar o sinal de trânsito, mas no dia 4 de Agosto fomos notificados de que a empresa apresentou nova providência cautelar, o que faz com que para já fique tudo na mesma», explicou a vice-presidente da Câmara, Cidália Abreu, na reunião de executivo desta segunda-feira.

PUBLICIDADE

Segundo a autarca, a empresa utilizou os mesmos fundamentos da providência cautelar anterior, mas desta vez aludindo à deliberação tomada pela Assembleia Municipal e não pelo executivo camarário.

Tal como “O Amarense” então noticiou, em Dezembro do ano passado, o executivo e a Assembleia Municipal aprovaram uma proposta para proibir o trânsito a pesados naquele local, tendo em conta a criação de uma estrada alternativa.

Nessa ocasião, Manuel Moreira disse que cabia à empresa abrir um acesso, nas suas instalações, para o novo arruamento, sendo que a proibição de circulação de pesados, na rua até então usada para o efeito, «há muito estava definida».

«Já existia um condicionamento que se aplicava nas horas de descanso e que agora será prolongado, ou seja, vai aplicar-se todos os dias e em todas as horas. É uma situação conhecida por todos, daí a criação de uma nova rua», afirmou.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS