RELIGIÃO -
Papa já não vem a Portugal em 2022. Jornada Mundial da Juventude adiada um ano

O Vaticano anunciou esta segunda-feira que a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que vai decorrer em Lisboa foi adiada para Agosto de 2023, por causa da crise provocada pela pandemia de Covid-19.

“Devido à actual situação de saúde e suas consequências no movimento e agregação de jovens e famílias, o Santo Padre, juntamente com o Dicastério para Leigos, Família e Vida, decidiu adiar o próximo Encontro Mundial da Família por um ano, agendado para Roma, em Junho de 2021, e a próxima Jornada Mundial da Juventude, agendada em Lisboa em Agosto de 2022, respectivamente em Junho de 2022 e Agosto de 2023”, diz o Vaticano em comunicado.

PUBLICIDADE

O maior evento organizado pela Igreja Católica estava agendado para 2022, em Lisboa, com a presença do Papa Francisco e com o tema ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’, seria um acontecimento nunca visto em Portugal com um custo acima de 50 milhões de euros.

Recentemente e também devido à pandemia, a cerimónia de passagem dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude do Panamá para Portugal, prevista para 5 de Abril, foi adiada para Novembro.

Para a angariação de fundos e gestão dos fundos associados ao evento foi criada a Fundação Jornada Mundial da Juventude.

A organização da Jornada Mundial da Juventude tem uma sede provisória em São Vicente de Fora, no concelho de Lisboa, e o cardeal patriarca de Lisboa disse em Novembro de 2019 esperar que o evento possa ter o mesmo impacto no desenvolvimento da zona entre os municípios de Lisboa e Loures (onde vai decorrer) que a Expo 98 teve no local onde hoje se situa o Parque das Nações.