PAÍS -
Parlamento chumba referendo da eutanásia

Os deputados do PS, do BE, do PCP, do PEV e do PAN, a que se juntaram noves sociais-democratas e as duas deputadas não inscritas, rejeitaram, sem surpresa, esta sexta-feira, o referendo à eutanásia, que surgiu através de iniciativa popular.

Os restantes deputados do PSD, o CDS e o deputado único do Iniciativa Liberal votaram a favor da consulta popular.

O representante parlamentar do Chega, André Ventura, não votou, uma vez que se encontra em campanha eleitoral nos Açores.

PUBLICIDADE

Sublinhe-se que a proposta, agora rejeitada, surgiu no âmbito de uma iniciativa popular promovida pela Federação Portuguesa pela Vida e que reuniu mais de 95 mil assinaturas.

A proposta de lei que permite a eutanásia é agora enviada para o Presidente da República, que pede ao Tribunal Constitucional a fiscalização preventiva do diploma.