AMARES -
Pedro Costa quer que Câmara crie Programa de Doação/Empréstimo de Computadores com carácter de urgência

O vereador do PS na Câmara de Amares, Pedro Costa, considera que a autarquia deve avançar, «com carácter de urgência», com a criação de Programa de Doação/Empréstimo de Computadores.

«O regime de home learning, ou de aprendizagem em casa, traz uma nova realidade que precisa de ajustamento, mas que acarreta muitas dificuldades para as famílias. Por isso, enquanto vereador do Município, numa nova comunicação de propostas que enviei ao Presidente da Câmara, reforcei o que já anteriormente tinha sugerido quanto às dificuldades das famílias nesta nova forma de relação com os estabelecimentos escolares», refere o vereador.

PUBLICIDADE

Em comunicado, Pedro Costa diz ser «urgente e fundamental realizar um levantamento da realidade do concelho de Amares, para identificar crianças e jovens que possam estar sem acesso aos conteúdos escolares, por carência de condições», sendo que «esta tarefa poderá ter o apoio do Agrupamento de Escolas, dos Presidentes de Junta, da Associação de Pais, entre outros agentes da comunidade educativa».

«Paralelamente, o Município de Amares deve criar uma bolsa de recursos e equipamentos, para ceder rapidamente, a título de empréstimo, àqueles que estejam em comprovada situação de carência. A criação de um Programa de Doação de Computadores também poderia alimentar este banco de recursos, com doações de computadores da sociedade civil (empresas e particulares)», explica.

Pedro Costa adianta ter informado o presidente da Câmara, Manuel Moreira, «que um empresário local, num acto solidário, disponibilizou-se para trabalhar num programa deste tipo, o que poderia ser um importante auxílio».