BRAGA -
Polícia Municipal de Braga avança com acção “mais coerciva” para defender civismo no espaço público

A vereadora responsável pela Polícia Municipal (PM) de Braga garantiu que o processo de progressão profissional dos agentes será retomado já em 2021 e que a PM continuará a promover a educação cívica no espaço público “mesmo que para tal seja necessária uma acção mais coerciva”.

Olga Pereira falava na cerimónia que assinalou o primeiro aniversário da actividade dos mais recentes agentes municipais de 2.ª Classe.

A autarca reiterou o compromisso já assumido pelo presidente da Câmara de retomar, já durante o próximo ano, o processo de promoção profissional dos agentes municipais de 1.ª Classe. 

PUBLICIDADE

“Este concurso peca por tardio já que os agentes da PM não alteram o seu posicionamento remuneratório há 18 anos. Julgamos que esta medida é fundamental para incentivar o desempenho dos nossos agentes”, afirmou Olga Pereira, assegurando que “a vereação continuará a trabalhar para encontrar melhores condições físicas de trabalho para toda a corporação” 

“ACÇÃO MAIS COERCIVA”

Durante a cerimónia, Olga Pereira congratulou ainda a PM e os seus agentes pelo trabalho desenvolvido, em particular aos 15 agentes que há um ano reforçaram a equipa, consolidando assim a acção desta força através da implementação do terceiro turno.

“Pretendemos reforçar o nosso trabalho, quer através da assunção de novas competências por delegação do Governo, o que concretizaremos em Janeiro de 2021, quer através de projectos na comunidade dirigidos sobretudo aos mais jovens”, referiu Olga Pereira, que há um ano assumiu as funções de vereadora.

A vereadora adiantou ainda que a PM continuará a promover “a educação cívica no espaço público que pertence a todos os cidadãos, mesmo que para tal seja necessária uma acção mais coerciva”.

 “Tal como sucedeu em todo o período Covid, que ainda se mantém, continuaremos a mostrar uma atitude de excelência”, acrescentou.

Olga Pereira recordou que, “nos últimos anos”, a PM “sofreu uma evolução significativa por forma a responder mais e melhor às exigências que lhe são colocadas”, referindo que, a par da incorporação dos 15 novos agentes e da entrada em funcionamento do terceiro turno, o ano de 2020 fica marcado pelo início de funções do novo comandante da PM, Leandro Barbosa Ferreira.